Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com Santoro, novo ‘300’ lidera bilheteria nos EUA

Brasil é o quarto país com a maior arrecadação do filme no fim de semana de estreia, com cerca de 13,5 milhões de reais

Com Rodrigo Santoro novamente no papel de Xerxes, o filme 300: A Ascensão do Império, continuação de 300, liderou a bilheteria nos Estados Unidos em seu fim de semana de estreia, entre os dias 7 e 9 de março. A superprodução arrecadou 45 milhões de dólares, deixando em segundo lugar a animação As Aventuras de Peabody e Sherman, com 32,5 milhões de dólares. As informações são do site especializado Box Office Mojo.

Apesar do primeiro lugar, o resultado ficou muito abaixo da estreia de 300. Dirigido por Zack Snyder, que agora se resume a um co-roteirista da sequência, a primeira parte faturou 70,9 milhões de dólares nos EUA em seu lançamento, em 2007.

Já fora dos Estados Unidos, 300: A Ascensão do Império fez números melhores do que seu antecessor. No total, o longa que estreou em 58 países, entre eles o Brasil, já arrecadou 132,9 milhões de dólares, mais que a metade do que 300 conquistou em todo o tempo que ficou em cartaz pelo mundo, na época, um total de 210 milhões de dólares.

Leia também:

Rodrigo Santoro, o rei Xerxes, queria ser guerreiro em ‘300’

Rodrigo Santoro fará filme sobre Fórmula 1 com Will Smith

O Brasil ficou em quarto lugar como a melhor bilheteria da sequência no mundo, com 5,8 milhões de dólares (cerca de 13,5 milhões de reais), sendo essa a melhor estreia em terras nacionais usando como base de comparação um mês de março.

Dirigido por Noam Murro, 300: A Ascensão do Império traz Sullivan Stapleton no papel do general Temístocles, líder do exército grego contra as tropas do imperador persa Dario. O roteiro acompanha eventos que acontecem paralelamente à história de 300, desde o primeiro confronto com os conquistadores do Oriente Médio até alguns eventos posteriores ao combate de Termópilas, narrado no primeiro longa.