Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coleção de arte de David Bowie é leiloada em Londres

A família de Bowie colocou à venda 356 obras de arte, que renderam 33 milhões de libras a seus herdeiros

O leilão da coleção de arte do cantor britânico David Bowie, com peças assinadas por Jean-Michel Basquiat e Marcel Duchamp, alcançou 33 milhões de libras (cerca de 141 milhões de reais), anunciou o leiloeiro Sotheby’s. Mais de 1.750 pessoas assistiram a três sessões em Londres, organizadas na quinta e na sexta-feira, e quase 30.000 acompanharam as vendas online.

Entre julho e novembro, 51.470 pessoas visitaram uma exposição do catálogo de obras que eram de propriedade de Bowie, um verdadeiro recorde para esse tipo de acontecimento no Reino Unido. Ao todo, 356 peças foram vendidas para participantes presentes no local ou via telefone.

O recorde de preço foi alcançado por Air Power (1984), um quadro do nova-iorquino Jean-Michel Basquiat. A obra alcançou a marca de 7,09 milhões de libras (30 milhões de reais), o dobro do que era avaliada.

O valor arrecadado com as peças leiloadas fará parte do inventário do cantor e irá beneficiar seus herdeiros. De acordo com a rede BBC, parte da coleção segue com a família do astro, morto em janeiro, que decidiu guardar algumas obras que tinham um “significado especial” para Bowie.

(Com AFP)