Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China veta retratos de Mao por Andy Warhol em mostra

De estilo pop, os retratos são marcadamente ocidentais - e americanos

Parte de uma grande retrospectiva dedicada ao maior nome da pop art, os famosos retratos de Mao feitos por Andy Warhol não serão expostos na China, onde a mostra chega em 2013, com passagem por Pequim e Xangai. A exposição The Andy Warhol: 15 Minutes Eternal Exhibition, criada neste ano com gancho no aniversário de 25 anos da morte do artista, reúne mais de 300 obras, entre elas dez retratos em serigrafia e acrílico de Mao Tsé-Tung.

“Esperávamos incluir nossas pinturas de Mao na exposição para mostrar o grande interesse de Warhol pela cultura chinesa. No entanto, entendemos que algumas imagens nem sempre podem ser mostradas na China”, diz comunicado do museu Andy Warhol de Pittsburgh, na Pensilvânia (leste dos Estados Unidos).

Os retratos de Mao, realizados em 1972 e 1973, marcaram o retorno de Andy Warhol (1927-1987) à pintura. De estilo altamente pop, são marcadamente ocidentais — e americanos. Eles podem ter sido inspirados pela visita histórica do presidente americano Richard Nixon à China em 1972 e seu encontro com Mao, que então conduzia a chamada Revolução Cultural. Vetados no país, eles podem ser vistos em Hong Kong, um território semiautônomo, até março de 2013.

(Com agência France-Presse)