Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chimbinha se afasta do Calypso após show de vaias no Piauí

Guitarrista afirmou que não vai tocar com a banda enquanto não sentir que há 'segurança' para tanto

E lá vem mais um capítulo da novela mais melodramática da MBB — música brega brasileira. Após a confusão ocorrida no último show do Calypso em Teresina (PI), quando os fãs jogaram objetos contra ele, que retornava ao grupo depois de um afastamento de quatro semanas, o guitarrista Chimbinha anunciou que vai dar um tempo da banda. Com receio do que pode acontecer se voltar a subir ao palco ao lado da agora ex-mulher, Joelma, a quem teria traído, dando início à implosão do grupo, o guitarrista vai ponderar se é sensato, por questões de segurança, voltar a tocar com o Calypso ou se deve seguir uma carreira própria, como produtor ou como músico.

LEIA TAMBÉM:

Chimbinha abandona palco durante show do Calypso

Joelma e Chimbinha anunciam fim do casamento após 18 anos

Joelma vai ter de dividir palco com Chimbinha, decide Justiça

Chimbinha deixa de tocar com Joelma para ficar com a filha

Calypso acaba em dezembro e Joelma segue carreira-solo

Em nota, divulgada pelo seu assessor, Mauro Netto, o músico afirma que vai avaliar semanalmente se volta ou não a tocar com a banda. “Vou fortalecer meus vínculos com os verdadeiros fãs da Calypso e eles serão presenteados com projetos de qualidade que vão tirar seu fôlego com tantas novidades”, disse no texto. Medo do que vem por aí.

Nos próximos shows — nesta sexta, sábado e domingo, nas cidades de Santo Antônio do Descoberto (GO), Niquelândia (GO) e em Brasília (DF) –, ele estará ausente. Nessas ocasiões, o guitarrista Ian Marinho, que já chegou a tocar no lugar de Chimbinha quando ele estava afastado, vai assumir a guitarra do Calypso.

No último fim de semana, Chimbinha durou pouco no palco. Desde o começo do show, Joelma demonstrou incômodo por dividir o espaço com o ex-marido, a quem acusa de ameaçá-la por telefone. Após cantar as primeiras músicas nos bastidores, a cantora apareceu de cabeça baixa e sem dançar, atitude que só mudou com a saída de seu companheiro de banda do palco, depois da manifestação negativa do público.

A crise conjugal que vem afetando o Calypso não tirou apenas Chimbinha — ainda que temporariamente — da banda. O empresário Cláudio Mello anunciou que está deixando o grupo, assim como o baterista Juninho, que tocava com a banda havia mais de 11 anos e foi atingido por um objeto no caótico show do Piauí.