Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cantor dos Backstreet Boys é processado por agressão em bar nos EUA

Nick Carter se envolveu em briga com funcionários do local onde bebia junto com um amigo

Skyler Carden, funcionário de um bar na Flórida, nos Estados Unidos, abriu um processo na segunda-feira contra o cantor do Backstreet Boys, Nick Carter. Skyler acusa o cantor de tê-lo agredido e asfixiado durante uma briga no dia 13 de janeiro. Na ocasião, Carter, que estava embriagado, foi escoltado por seguranças do bar Hog’s Breath Saloon e depois preso. Ele se declarou inocente da agressão em um tribunal e foi liberado após pagar uma fiança de 1.500 dólares.

LEIA TAMBÉM:

Nick Carter, do Backstreet Boys, é preso após briga em bar

Backstreet Boys, os tiozinhos do pop, fazem show nostálgico em SP

Backstreet Boys processam ex-empresário em US$ 3,4 milhões

Carter postou uma mensagem em sua conta do Twitter no final de semana que parecia fazer referência ao ocorrido: “Sou humano e, às vezes, devo me esforçar para manter um estilo de vida saudável. Não sou perfeito e peço desculpas”.

Esta não foi a primeira vez que o músico se envolveu em confusão com a lei. Ele já havia sido preso em janeiro de 2002, após uma outra briga de bar, na Flórida, e novamente em 2005, quando foi pego dirigindo bêbado na Califórnia.

(Com agência France-Presse)