Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atual turnê do Black Sabbath pode ser a última, diz baixista

Em entrevista ao jornal 'Chicago Sun Times', Geezer Butler afirmou que a idade deixa tudo muito mais difícil e ameaça o desempenho e o futuro da banda

O baixista do Black Sabbath, Geezer Butler, afirmou em entrevista ao jornal americano Chicago Sun Times que a atual turnê do grupo, Reunion, pode ser a última da carreira da banda de heavy metal. O grupo voltou a contar com Ozzy Osbourne no ano passado, quando passou a desenvolver o projeto do seu 19º disco de estúdio, 13, lançado este ano.

“Eu sempre disse que, enquanto puder tocar e fizer isso com qualidade, vou continuar porque realmente gosto de fazer”, contou o músico. “Eu saberei quando o dia em que estiver fora dos meus padrões originais chegar.” Questionado sobre a possibilidade de o grupo não fazer turnês depois da atual, ele disse que tem apenas “um sentimento” a respeito do futuro e afirmou que a idade torna tudo mais difícil, principalmente fazer shows todas as noites.

LEIA TAMBÉM:

Black Sabbath coloca BH no mapa da turnê brasileira

Ingressos para o show do Black Sabbath em São Paulo estão esgotados

No início do ano, em entrevista à revista britânica NME, o vocalista Ozzy Osbourne deu indícios de que a banda teria projetos para lançar um outro CD. “Talvez nós possamos trabalhar em um próximo álbum, mas não levará 35 anos”, ironizou. “Estou com 65 e não existem estúdios de gravação na vida após a morte.”

O Black Sabbath está atualmente em turnê pelos Estados Unidos e Canadá e chega em outubro ao Brasil para quatro apresentações, em Porto Alegre (9/10), São Paulo (11/10), Rio de Janeiro (13/10) e Belo Horizonte (15/10).