Ator de ‘Star Wars’ é preso após perseguição nos EUA

Jake Lloyd, que interpretou o menino Anakin Skywalker em 'A Ameaça Fantasma', foi detido por resistir à prisão e cometer infrações de trânsito

Por Da Redação - 22 jun 2015, 17h07

O ator americano Jake Lloyd, 26 anos, que interpretou o personagem Anakin Skywalker quando criança em Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma (1999), foi preso por desacato e por ter infringido as leis de trânsito depois de ter provocado uma perseguição policial em alta velocidade, informaram autoridades nesta segunda-feira.

Na quarta-feira passada, o ator não acatou as ordens da polícia de parar seu veículo e foi perseguido por vários quilômetros pelas patrulhas, a mais de 160 quilômetros por hora. Por ter resistitido à prisão e cometido infrações de trânsito, Lloyd encontra-se em um centro de detenção do condado de Colleton, Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

Leia também:

Museu de cera em Londres recria cenas de ‘Star Wars’

Publicidade

Revelados detalhes sobre personagens do novo ‘Star Wars’

Vídeo: uma viagem pelo universo expandido de ‘Star Wars’

O ator americano Jake Lloyd, 26 anos, no registro policial O ator americano Jake Lloyd, 26 anos, no registro policial

O ator americano Jake Lloyd, 26 anos, no registro policial /

Segundo o relatório policial, o veículo colocou em risco a segurança de outros condutores na estrada, até sair da pista e entrar em uma zona florestal. O carro parou depois de colidir contra várias árvores. O sargento Kyle Strickland do condado de Colleton, disse à rede NBC News que o ator não parecia estar sob os efeitos de drogas ou álcool.

Lloyd, que atuou antes de Star Wars nos filmes Um Herói de Brinquedo e De Bem com a Vida, ambos de 1996, não conquistou muitos papéis após dar vida ao futuro jedi Anakin, que mais tarde se tornaria Darth Vader, o vilão mais temido da galáxia. Seu último filme, Madison, foi lançado em 2005. O ator confessou há alguns anos que viveu momentos difíceis na escola devido à fama da franquia.

Publicidade

(Da redação com agência France-Presse)

Publicidade