Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ator americano é condenado à morte por assassinato

Endividado e sem dinheiro para arcar com as despesas do próprio casamento, ele arquitetou plano para roubar o vizinho

O ator de teatro Daniel Patrick Wozniak, de 32 anos, foi condenado à morte, na última sexta-feira, por ter matado o veterano de guerra Samuel Herr, de 26 anos, e sua amiga, a estudante Julie Kibushi, de 23, no sul da Califórnia, em 2010. Sem dinheiro para pagar o aluguel e as despesas de seu casamento e da lua de mel, Wozniak planejou o assassinato de Herr, seu vizinho, com o objetivo de roubar 60 mil dólares que ele havia recebido pelos serviços prestados no Afeganistão.

No dia 21 de maio de 2010, o ator endividado atraiu o vizinho para um sótão com a  desculpa de que precisava de ajuda para transportar alguns móveis. Em uma entrevista gravada pela polícia, Wozniak confessa ter atirado nas costas de Herr enquanto ele se ajoelhava. O criminoso ainda decepou a cabeça, as mãos e o antebraço, antes de despejar o corpo em um parque.

Como parte do plano para despistar os investigadores, Wozniak usou o celular do veterano de guerra para enviar mensagens a sua amiga Julie Kibuishi e atraí-la até o apartamento de Herr, na cidade de Costa Mesa. Depois de atirar duas vezes na cabeça da jovem, Wozniak removeu suas roupas e alterou a cena do crime para que parecesse que Herr a tivesse estuprado.

Na ocasião do crime, Wozniak fazia o papel principal no musical Nine, que era encenado no teatro Hunger Artists, na cidade de Fullerton. Apesar de seus esforços para confundir os policiais, foi preso dias depois, enquanto festejava sua despedida de solteiro. Os saques da conta de Herr levaram os investigadores até Wozniak.  

O ator cumprirá pena no presídio de San Quentin, mas é improvável que seja executado no curto prazo. Há pelo menos 750 presos no corredor da morte da penitenciária.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Meirele s Camara

    EUA é assim que se paga e nunca terá perdão.

    Curtir

  2. Micky Oliver

    É assim que a justiça verdadeira age!!!! Crime hediondo, PENA DE MORTE!

    Curtir

  3. Pois é, nos EUA é assim: bandido é tratado como bandido.Matou por matar?Morre.Mas nesta terra da bandidagem, descoberta por Cabral, o latrocida, traficante, sequestrador etc, enfim, o criminoso é tratado como cidadão e o cidadão de bem, como bandido.

    Curtir

  4. Armando Baptista DE Carvalho

    E’ exatamente o que deve ser feito. Matou TEM DE PAGAR … com a vida.Aqui no Brasil, o cara e’ apanhado com armas na mão, sujo de sangue é TIDO COMO SUSPEITO. Eita terrinha vagabunda…

    Curtir

  5. Cesar8002UTB

    Como é bom viver em um país que não é controlado or amantes de assassinos como a esquerda brasileira.

    Curtir

  6. Alcivando Lucio

    Enquanto isto no Brasil o cara é preso, colocam-lhe uma tornozeleira eletrônica, não existe acompanhamento e o mesmo volta a rotina d sempre: roubar e matar.

    Curtir

  7. Denilson Rodrigues

    Justiça verdadeira.

    Curtir