Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Aspecto físico de vilão de 007 é embaraçoso’, diz Bardem

Ator espanhol interpreta o ótimo vilão Raoul Silva no filme '007 - Operação Skyfall', que estreia nesta sexta-feira nos cinemas brasileiros

O ator espanhol Javier Bardem, que vive o vilão do novo filme de James Bond, 007 – Operação Skyfall, elogiou o método de trabalho do cineasta britânico Sam Mendes. Segundo ele, o diretor transformou as filmagens do longa em “um grande laboratório criativo”, onde todos puderam experimentar o que queriam fazer. Para Bardem, Mendes, conhecido por dirigir filmes como Beleza Americana (1999) e Estrada Para Perdição (2002), mostrou “coragem diante do mito 007”.

ACOMPANHE AO VIVO a première de Skyfall em Londres

“Ele deu o toque clássico dos filmes históricos de James Bond, oferecendo uma proposta mais complexa aos personagens, às relações entre eles e aos diálogos”, disse Bardem, que interpreta o cyber-terrorista Raoul Silva. “Sam trabalha duro, gosta de colocar as mãos na massa, tentar coisas diferentes, improvisar. Ele é muito aberto às propostas dos atores, todos nós pudemos experimentar coisas novas. E isso, para um filme do tamanho de Skyfall, foi extremamente incrível.”

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: James Bond, o cinquentão mais poderoso do cinema

Crítica britânica se derrete por 007 – Operação Skyfall

Daniel Craig promete humor em 007 – Operação Skyfall

007 – Operação

Skyfall é o longa mais ambicioso da série

Segundo Bardem, sua caracterização dramática, a mais marcante desde Onde Os Fracos Não Têm Vez (2008) — pelo qual levou o Oscar de ator coadjuvante –, também foi fruto dessa colaboração com o diretor. “A aparência física de um personagem deve sempre ter uma justificativa dramática. Nada pode ser feito gratuitamente, caso contrário, torna-se uma simples exibição da vaidade de um ator”, disse.

“Com Silva, queríamos criar situações constrangedoras para as pessoas que estivessem em frente a ele. E este constrangimento devia estar presente no aspecto físico, de maneira muito explícita. Daí a ideia de criar um aspecto físico embaraçoso”, afirmou Bardem. Segundo ele, a ideia é fazer o espectador questionar “O que é está acontecendo com esse cara”.

Skyfall Vigésimo terceiro filme do famoso agente secreto, interpretado pela terceira vez pelo ator britânico Daniel Craig, o longa também marca o 50º aniversário da estreia do espião nos cinemas, que aconteceu em 1962, em 007 Contra o Satânico Dr. No, protagonizado pelo escocês Sean Connery.

“Na primeira vez em que assisti a um dos filmes da franquia, eu tinha doze anos. Foi 007 Contra o Foguete da Morte (1979). Desde então, assisti a todos”, disse Bardem. “Minha geração e muitas outras cresceram com James Bond e foi um luxo e uma honra ser convidado para participar do filme que celebra o seu 50º aniversário.”

(Com agência France-Presse)