Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ameaçados, responsáveis por erro do Oscar ganham seguranças

Empresa contrata guarda-costas para funcionários que confundiram envelopes

Por Da redação - 2 Mar 2017, 19h36

A PricewaterhouseCoopers (PwC) contratou segurança particular para os dois funcionários responsáveis pelo erro que aconteceu na entrega do prêmio de melhor filme na cerimônia do Oscar. Desde o incidente, a dupla tem sofrido ameaças e viram a frente de suas casas ganhar uma aglomeração de pessoas.

“Isto não é algo com o que normalmente lidamos, mas a companhia considerou necessário tomar essa medida”, indicou nesta quinta-feira um representante da PwC à revista The Hollywood Reporter. 

Brian Cullinan e Martha Ruiz receberam centenas de e-mails anônimos com críticas e comentários agressivos sobre suas ações do domingo passado. Ambos foram afastados de futuras funções ligadas ao Oscar. Ele é membro da empresa desde 2014. Já Martha trabalha há 19 anos como responsável pelo processo de apuração e administração dos envelopes na cerimônia

A situação de Cullinan piorou depois que sites estrangeiros divulgaram imagens dele tirando fotos e publicando no Twitter, momentos antes de cometer o erro da troca de envelopes. O tuíte em questão era com uma foto de Emma Stone nos bastidores, após levar a estatueta de melhor atriz. A publicação foi apagada por ele.

Continua após a publicidade

A Pwc, uma das principais empresas de consultoria do mundo, tem a Academia de Hollywood como cliente há 83 anos, o que incluiu a gestão e custódia dos cartões com os nomes dos ganhadores do Oscar.

Na cerimônia realizada no último domingo, Cullinan entregou aos atores Faye Dunaway e Warren Beatty um envelope errado, o que os levou a proclamar como vencedor na categoria de melhor filme La La Land: Cantando Estações, quando o prêmio na verdade tinha sido concedido a Moonlight: Sob a Luz do Luar.

Após a gafe, a Pwc assumiu “total responsabilidade pela série de erros dos protocolos estabelecidos durante a noite do Oscar”.

Veículos de imprensa americanos asseguram que a Pwc e a Academia de Cinema de Hollywood decidirão no próximo dia 29 de março o futuro de sua parceria.

Continua após a publicidade

(Com agência EFE)

Publicidade