Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aerosmith não tem descanso durante show em São Paulo

Atração principal do SP Trip neste domingo, 24, embalou hits e animou presentes

Os onze meses que separaram o último show do Aerosmith no Brasil, em outubro de 2016, do São Paulo Trip foram mais que suficientes para recarregar as energias dos fãs da banda — mas talvez cedo demais para os músicos, que abriram a segunda rodada de shows do Rock in Rio, na última quinta-feira. O grupo de rock norte-americano liderado por Steven Tyler subiu ao palco do Aliianz Parque, em São Paulo, na noite deste domingo, mas mesmo visivelmente cansados, conseguiram animar os presentes.

A banda subiu ao palco com meia hora de atraso, depois de uma retrospectiva em fotos de sua carreira, transmitidas em tamanho gigante no telão. Irreverentes, os já senhores usaram e abusaram da sobreposição de roupas, cores, brilhos e estampas, marca registrada dos bad boys de Boston. Logo no primeiro quarto de show, Steven Tyler agraciou um sortudo com o sobretudo de oncinha que vestia, atirado na plateia.

Outra vez, a acústica do Allianz Parque demorou para se adaptar ao timbre da banda. Como na apresentação de Bon Jovi na capital paulista na noite anterior, a voz de Steven Tyler soava rouca durante as primeiras músicas, graças aos aparatos técnicos do estádio. Mas assim que “pegou no tranco”, o vocalista embalou faixa atrás de faixa junto a um coro inabalável, formado pelo público.

Na esquerda, o guitarrista Brad Withford; ao fundo, Tom Hamilton no baixo, Joey Kramer na bateria e na ponta direita, Joe Perry com a outra guitarra

Na esquerda, o guitarrista Brad Withford; ao fundo, Tom Hamilton no baixo, Joey Kramer na bateria e na ponta direita, Joe Perry com a outra guitarra (Gustavo Luizon/VEJA.com)

A seleção de músicas seguiu a mesma apresentada no Rio de Janeiro. Grandes hits da banda, como Cryin’, Livin’ on The Edge, I Don’t Want To Miss a Thing e Crazyforam bem distribuídos ao longo da noite, misturadas à covers do Fleetwood Mac (Stop Messin’ Around e Oh Well), James Brown (Mother Popcorn) e a “música tema” da edição 2017 do Rock in Rio, Come Together, dos Beatles.

Os músicos não pouparam elogios a São Paulo e aos fãs brasileiros, como também fez Bon Jovi e tantos outros que os antecederam no palco do Allianz Parque. O telão exibiu a frase: “São Paulo, você é número 1”, em inglês. Joe Perry, o guitarrista, lembrou da última vez em que a banda esteve na cidade, e se hospedou nela por uma semana. Já Tyler arriscou um elogio em português “Vocês são f**as”, e a brincadeirinha “Cadê as mina?”. Por fim, o vocalista chamou um “Olê” durante o encore, enquanto, sem camisa, introduzia no piano os acordes de Dream On, seguida de Mother Popcorn e Walk This Way, que encerrou o show entre cortinas de fumaça e chuva de papeis picado.

O vocalista Steven Tyler no palco do Allianz Parque

O vocalista Steven Tyler no palco do Allianz Parque (Gustavo Luizon/VEJA.com)