Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘A Força do Querer’: Ivan anuncia gravidez para a família

Menino vai ao médico falar da remoção dos seios e descobre que espera um bebê do ex-namorado, Claudio

Vai ao ar nesta sexta-feira o capítulo de A Força do Querer em que Ivan (Carol Duarte) descobre que está grávido. O menino, que vem sofrendo episódios de enjoo, mas não se deu conta da possibilidade, vai procurar um  ginecologista para discutir a possibilidade de remoção dos seios, parte de sua transição para o gênero masculino, e receberá o diagnóstico.

Ivan, vale lembrar, teve uma única relação com Cláudio (Gabriel Stauffer), quando ainda era Ivana. Foi essa noite de amor que fez com que Ivana chegasse a seu limite. Na sequência, ela conhece Tê (Tarso Brant), um transgênero, e entra em contato com essa realidade, que até ali desconhecia.

“Preciso contar uma coisa muito séria pra vocês. Estou grávido”, diz Ivan, sem mudar o gênero aos pais, Eugênio (Dan Stulbach) e Joyce (Maria Fernanda Cândido). A socialite, que é quem mais tem dificuldade em aceitar a travessia do filho, ficará exultante, achando que a gravidez pode trazer a feminilidade — e Ivana — de volta.

Antes de contar aos pais, Ivan contará a novidade para a prima, Simone (Juliana Paiva), e o amigo Nonato-Elis (Silvero Pessoa), que o apoiarão.

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. news da hora

    Parabéns a Glória Perez por dar espaços para os trans , travestis , homossexuais , … , na sua trama , pois são gente e pessoas normais e capacitadas que tem que viver normalmente na sociedade .

    Curtir

  2. news da hora

    A única critica ! Maneirar com a apologia ao crime. Querer fazer desta Bibi uma heroína , sem pagar por seus crimes , um péssimo exemplo para o mundo violento que estamos vivendo .

    Curtir

  3. Gustavo Dias

    Esta novela vem sendo um sucesso de audência, mas como um analista neutro sou obrigado a comentar que vem sendo uma ofensa à inteligência do telespectador: uma mulher engravida de um homem em um espaço de tempo “surreal” e ela não apresenta mudanças no corpo ou desconfia disso, acreditar nos acontecimentos é um ato de fé e/ou ficção científica. Além disso, personagens desnecessários como Ritinha, Ruy e Zeca dão ao folhetim horas a mais de uma história que não precisa deles. Vamos lá pessoal da Globo, vocês conseguem fazer material melhor com mais profundidade basta ler as obras de literatura do nosso próprio país.

    Curtir