Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

4 estrelas que brilharam em sucessos e ficaram fora de suas sequências

Kelly McGillis, de 'Top Gun', e Piper Laurie, de 'Twin Peaks', estão na lista

- Kelly McGillis (Top Gun)
Par romântico de Tom Cruise no filme de 1986, Kelly não voltará na sequência Top Gun: Maverick, prevista para 2020. “Estou velha e gorda e aparento a idade que tenho. Isso não cabe naquele cenário”, lamentou a atriz de 62 anos. No lugar dela, Jennifer Connelly, 48, interpretará a garota que atrai as atenções do piloto de caça Maverick, personagem de Cruise — hoje, aliás, com 57 anos.

- Vangelis (Blade Runner — O Caçador de Androides)
Em 1982, o tecladista grego fez a marcante trilha sonora da ficção científica, dirigida por Ridley Scott. Vangelis não foi chamado para repetir o serviço na sequência Blade Runner 2049, lançada em 2017. Mas pareceu lidar bem com isso: “Você nunca pode repetir algumas coisas. É apenas uma vez na vida”.

- Piper Laurie (Twin Peaks)
Sucesso nos anos 90, a série retornou às telas 26 anos depois com boa parte do elenco original — incluindo Kyle MacLachlan como o agente Dale Cooper. Mas o diretor David Lynch não escalou atores que faziam personagens populares, como Piper Laurie. Ela ficou chateada. “Deixei claro para David que eu ficaria lisonjeada por voltar. Estou surpresa, e não tenho ideia da razão de não ter sido chamada”, declarou a atriz.

- Crispin Glover (De Volta para o Futuro)
O ator fazia o pai de Michael J. Fox no sucesso original, de 1985. Quatro anos depois, quando foi produzida a sequência da aventura, Glover chegou a ser convidado a participar, mas não aceitou por desgostar do roteiro e do cachê, menor que o de alguns colegas. Só que os produtores usaram imagens suas do filme anterior e, com truques de maquiagem, fizeram outro ator passar-se por ele. Glover processou o estúdio — e ganhou 760 000 dólares de indenização.

Publicado em VEJA de 7 de agosto de 2019, edição nº 2646