Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Renda familiar será fator de desempate em vestibulares de instituições públicas

A nova norma, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, foi publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (5)

A presidente Dilma Rousseff sancionou uma lei que estabelece a renda como critério de desempate em vestibulares de instituições públicas. A nova norma, publicada na edição desta quinta-feira (5) do Diário Oficial da União (DOU), altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, que regulamenta o sistema educacional público e privado do Brasil.

Leia também:

Vestibular de Medicina do Einstein é um dos mais concorridos do país

MEC prorroga prazo para renovação de contratos do Fies até 30 de novembro

O texto determina que, se houver empate na nota dos exames, as instituições públicas de ensino superior darão prioridade de matrícula aos alunos que comprovarem ter renda familiar inferior a dez salários mínimos, caso mais de um candidato se enquadre neste caso, a prevalência é do que demonstrar a menor renda familiar.

A norma é resultado de um projeto de lei que havia sido aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados, em setembro deste ano.

(Com Estadão conteúdo)