Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Programa federal quer inserir jovens em micro e pequenas empresas

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o Pronatec Jovem Aprendiz deve oferecer 12 milhões de vagas até 2018

O Ministro da Educação, Cid Gomes, assinou nesta quarta-feira um acordo com o ministro da Secretaria de Micro e Pequena Empresa (SMPE), Guilherme Afif, sobre o Pronatec Jovem Aprendiz. O programa, que visa a incentivar a inserção do jovem em micro e pequenas empresas, deve oferecer 12 milhões de vagas até o final de 2018.

O programa pretende inserir no mercado de trabalho jovens de 14 a 24 anos.”Já existe um programa nacional que oferece vagas em grandes e médias empresas, até por obrigatoriedade. Mas essas empresas só representam 5% do universo empresarial, por isso nós queremos massificar” afirmou Gomes.

Leia também:

Instituto oferece auxílio financeiro para universitários de baixa renda

Estágio: jovens recém-efetivados contam como garantiram a contratação

Afif explicou que, atualmente, cabe às grandes empresa arcarem com os custos de acompanhamento do jovem durante o período de estágio dentro da empresa. No caso das micro e pequenas empresas, que representam 95% do universo empresarial do país, o Pronatec Jovem Aprendiz vai cobrir os custos de treinamento e acompanhamento, cabendo às empresas o pagamento do salário.

A meta para a segunda etapa do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) é oferecer 12 milhões de vagas nos próximos quatro anos.

(Com Agência Brasil)