Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marinaldo Sarmento: fantasia e conhecimento em uma escola ribeirinha

Um dos vencedores do Prêmio Educador Nota 10 é o único professor de uma turma multisseriada, com alunos de 4 a 13 anos

Marinaldo Sarmento foi um dos estudantes mais dedicados da escola ribeirinha de Jupariquara, localizada a duas horas de barco da cidade de Barcarena, no Pará. Por lá, teve aulas durante toda a juventude com a sua tia Aldinéia, sua maior fonte de inspiração.

Hoje, aos 36 anos, é o único professor do colégio, que adota o método de classes multisseriadas — os alunos de 4 a 13 anos têm aulas numa mesma sala por causa do difícil acesso ao local e do baixo número de estudantes. “Antes eu via isso como um problema, mas hoje vejo como solução. Independentemente da idade, o importante é que todos sejam tratados igualmente. Tenho de desenvolver uma estratégia para que todos tenham acesso ao conteúdo dentro de suas especificidades.”

Marinaldo realizou com as crianças um trabalho sobre fábulas. Por meio delas, os estudantes aprenderam lições, como ajudar o próximo e não ter inveja, e foram desafiados a produzir suas próprias histórias.

Com seu projeto Produção Textual do Gênero Fábulas, Marinaldo conquistou um lugar entre os dez melhores professores do ano pelo Prêmio Educador Nota 10, promovido pelas fundações Victor Civita e Roberto Marinho. Ele agora tem a chance de ser vencedor do título Educador do Ano na cerimônia que acontece no dia 1 de outubro, em São Paulo. Depois de disputar o prêmio, o professor pretende fazer um mestrado e depois voltar à comunidade para expandir a educação em Barcarena.