Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Google vai digitalizar 250.000 livros da Biblioteca Britânica

Acervo será aberto ao público, que poderá até baixar as 40 milhões de páginas

Os apreciadores da leitura digital podem comemorar. Em breve, 250.000 livros que fazem parte do acervo da Biblioteca Britânica estarão disponíveis no Google. A parceria foi anunciada nesta segunda-feira pelas duas instituições.

“Tornar pública uma das maiores coleções de livros do mundo demonstra que a Biblioteca está comprometida em garantir o acesso de todos à pesquisa”, afirmou a instituição britânica em comunicado oficial.

Os títulos, que abrangem um total de 40 milhões de páginas, foram originalmente publicados entre 1700 e 1870. Entre os primeiros itens a serem digitalizados estão panfletos feministas de 1791 sobre a rainha Maria Antonieta e um texto de 1775 que oferece um relato detalhado de um hipopótamo empalhado do príncipe de Orange. Uma vez digitalizados, os textos poderão ser consultados na íntegra, baixados e lidos por meio do programa Google Books.

A parceria entre Google e a Biblioteca Britânica é mais um passo da gigante da internet para a construção de um grande acervo on-line. Recentemente, a empresa anunciou parceria com a editora Brightsolid para digitalizar 40 milhões de páginas de sua coleção de periódicos, e já havia firmado anteriormente acordo com a Microsoft para digitalizar 65.000 livros do século XIX.

Dame Lynne Brindley, presidente da Biblioteca Britânica, comemora. “No século XIX, nossos antecessores ambicionavam assegurar que o conhecimento não ficasse restrito a pessoas que podiam frequentas bibliotecas particulares”, diz Brindley. “Com a parceria, podemos dar continuidade a esse pensamento.”

Todas as despesas do projeto serão custeadas pelo Google. As obras a serem digitalizadas não possuem restrições relativas a direitos autorais.

Leia também:

Em breve, pais decidirão: dar uma pilha de livros ou um tablet aos filhos