Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conselho Nacional aprova fim da divisão por disciplinas

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou nesta terça-feira a proposta do Ministério da Educação (MEC) de flexibilizar o currículo do ensino médio. Dessa forma, a divisão em disciplinas como português, matemática, geografia, história e outras poderá ser eliminada nos estados brasileiros que decidirem adotar as modificações.

O MEC pretende apoiar experiências curriculares inovadoras no ensino médio. Segundo a assessoria de imprensa do ministério, a partir de 2010, cerca de cem escolas deverão receber financiamento para implantar mudanças curriculares, e tornar o ensino médio mais interdisciplinar e flexível. Um exemplo disso é que 20% da grade curricular poderá ser escolhida pelo próprio aluno.

Nos próximos 40 dias, o MEC deverá definir o volume de recursos disponível para o programa e a forma de financiamento, se diretamente à escola ou se por meio de convênio com as secretarias estaduais, que têm autonomia para decidir se adotam ou não as mudanças.

Modificações – O conteúdo disciplinar dividido em matemática, física, química, biologia, português, história, geografia e inglês será substituído por quatro eixos: trabalho, ciência, tecnologia e cultura. O objetivo é que o conteúdo ganhe maior relação com o cotidiano e faça mais sentido para os estudantes.

Além disso, haverá um aumento na carga horária mínima do ensino médio – de 2,4 mil horas anuais para 3 mil horas por ano, e o currículo não será mais fixo para os alunos, que poderão escolher 20% de sua grade de aulas.