Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Conheça o Manbang, o ‘Netflix da Coreia do Norte’

Serviço de televisão sob demanda permite que as poucas pessoas do país que dispõem de conexão à internet assistam a quatro redes públicas de TV

Por Da redação Atualizado em 26 ago 2016, 11h20 - Publicado em 26 ago 2016, 10h47

A Coreia do Norte tem agora um “Netflix” para chamar de seu. Batizado de Manbang, o serviço de televisão sob demanda permite que as poucas pessoas do país que dispõem de conexão à internet assistam, quando quiserem, a quatro redes públicas de TV norte-coreanas.

O sistema da Manbang funciona seguindo o modelo do Netflix, com um menu que inclui emissões por tipo e rede. Os telespectadores podem acessar a programação do dia – a televisão norte-coreana é transmitida entre as 15h e as 23h – e selecionar os programas que desejarem para vê-los quando quiserem.

Leia mais:
Olimpíada afeta assinaturas da Netflix nos EUA

Uma emissão para apresentar o novo serviço, divulgada na semana passada na Televisão Central Coreana (KCTV), afirmava que ele estava disponível para qualquer pessoa conectada à intranet norte-coreana. Não se sabe o número de beneficiados, mas a KCTV afirmou que centenas já assinaram o Manbang em Sinuiji (noroeste), uma das três cidades onde a televisão sob demanda está disponível.

Criada em 2000, a intranet norte-coreana só permite o acesso a sites aprovados pelo governo. Ela serve, principalmente, como plataforma de comunicação para os ministérios, as universidades e as empresas.

Além dos hotéis que abrigam estrangeiros, o acesso à internet na Coreia do Norte está reservado para uma elite que não conta com mais de 1.000 pessoas.

Em uma de suas transmissões, a KCTV entrevista uma dona de casa feliz por ter podido melhorar uma receita depois de ter assistido várias vezes ao mesmo programa culinário.

Netflix faz piada

O Netflix, primo rico do serviço norte-coreano, fez graça com a novidade. Em sua conta no Twitter, o braço americano da plataforma de streaming passou nesta semana a se definir como “cópia barata do Manbang” (ou “Manbang knockoff”, no original em inglês.

Netflix
Imagem da conta do Netflix no Twitter em que o serviço de streaming se descreve como “cópia barata do Manbang” (“Manbang knockoff”) Reprodução/VEJA.com

(Com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade