Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Witzel pede a Bolsonaro que mantenha Ancine no Rio de Janeiro

Em mensagem direcionada ao presidente, governador do Rio sugeriu que Bolsonaro reconsidere a transferência da agência para Brasília

Por Redação Atualizado em 3 ago 2019, 20h20 - Publicado em 3 ago 2019, 20h17

Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, pediu neste sábado, 3, em uma mensagem no Twitter, que o presidente Jair Bolsonaro reconsidere o plano de transferir a Agência Nacional do Cinema (Ancine) do Rio para Brasília. No texto, o governador e aliado de Bolsonaro afirmou que o estado possui “tradição no setor audiovisual” e que a agência gera empregos e fomenta o turismo local.

  • O pedido vem em resposta aos recentes ataques do presidente ao órgão. Em 19 de julho, o presidente assinou uma medida que transferiu o Conselho Superior do Cinema do ministério da Cidadania para a Casa Civil, como intuito de aumentar a influência do Palácio do Planalto no órgão. Na ocasião, Bolsonaro disse que levaria a Ancine para Brasília para que a agência tenha um filtro. “Se não puder ter filtro, nós extinguiremos a Ancine. Privatizaremos ou extinguiremos”, disse, antes de citar que o dinheiro público não poderia ser usado para fazer filmes pornográficos, como, segundo ele, foi feito com Bruna Surfistinha.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade