Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

“Uma Gabriela trintona é um pouco demais”, critica Aguinaldo Silva

Autor de 'Fina Estampa' alfinetou no Twitter a possibilidade de Juliana Paes viver personagem de Jorge Amado

Por Da Redação 4 dez 2011, 14h45

As controvérsias de Aguinaldo Silva ganharam nos últimos meses a periodicidade de novelas: quase todo dia tem capítulo novo. O mais recente, mantendo a linha “sem freio na língua”, diz respeito à escolha da atriz que viverá Gabriela, célebre personagem do escritor Jorge Amado, na adaptação de Walcyr Carrasco a ser exibida pela Globo em 2012. A atriz Juliana Paes está entre as mais cotadas para atuar no papel.

“Juliana Paes? Deixa ver se entendi: em ‘Gabriela’, a personagem título era uma adolescente, quase uma lolita! Será que alguém leu o livro?”, alfinetou o autor de Fina Estampa no Twitter, sua trincheira predileta. “Uma Gabriela trintona é um pouco demais, né não?”, indagou Aguinaldo.

Gabriela, que foi levada ao ar nos anos 1970, dirigida por Walter Avancini e estrelada por Sonia Braga, ganhará uma nova versão em 2012, escrita por Walcyr Carrasco, com quem Aguinaldo Silva não raro troca farpas.Este ano, os autores se acusaram de copiar personagens um do outro, em referência às semelhanças entre Griselda (Lilia Cabral), de Fina Estampa, e Dulce (Cassia Kis), de Morde & Assopra.

Publicidade