Clique e assine a partir de 8,90/mês

Ufólogo suíço lança série de TV e fala que ETs vieram ao Brasil

A caminho da 12ª temporada de 'Alienígenas do Passado', ufólogo conversou com VEJA sobre vida extraterrestre e sua influência na humanidade

Por Mabi Barros - Atualizado em 30 ago 2017, 17h03 - Publicado em 30 ago 2017, 16h34

Alienígenas foram a Branca de Neve das histórias de ninar de Giorgio Tsoukalos. Em vez de contos de fada, a avó contava ao garoto, na hora de dormir, histórias de aliens e de ficção científica. Não é de se estranhar que, anos mais tarde, o garoto demonstrasse tanto interesse na obra de Erich Von Däniken, Eram os Deuses Astronautas, que viria a servir como base para a série Alienígenas do Passado, apresentada por ele no canal pago History Channel. Às vésperas da estreia da 12ª temporada do programa, que acontece nesta quarta-feira, às 22h40, o ufólogo e produtor veio ao Brasil e conversou com VEJA sobre vida extraterrestre e fenômeno alienígena no país, teses não levadas muito a sério pela comunidade científica.

Confira abaixo a entrevista completa com Giorgio Tsoukalos:

Como você entrou em contato com a ufologia? A semente foi plantada quando eu tinha 5 ou 6 anos. Junto às histórias de ninar tradicionais, minha avó lia Eram os Deuses Astronautas, de Erich Von Däniken, e Atlantis, do David Gibbins, para eu dormir. Costumávamos conversar sobre vida extraterrestre em casa, minha família tinha a mente muito aberta. Até que, na adolescência, eu redescobri os livros de Von Däniken, que me trouxeram até aqui.

De que maneira os alienígenas teriam contribuído para a construção de monumentos como as Pirâmides de Gizé? É preciso esclarecer um ponto antes: os alienígenas não construíram as Pirâmides de Gizé ou qualquer outro grande monumento, eles são todos frutos do trabalho humano. Eles influenciaram a construção, fornecendo tecnologia e conhecimento. Nossos ancestrais eram tão intelectualmente capazes quanto somos hoje, mas suas referências tecnológicas eram primitivas. Hoje, se quiséssemos recriar as Pirâmides de Gizé, o faríamos com máquinas gigantes e tecnologia de ponta, coisa que os egípcios antigos não possuíam.

Por que os alienígenas teriam interesse em fornecer conhecimento para a humanidade? Pelo mesmo motivo que nós, no futuro, vamos fornecê-lo a outro planeta. Quando buscamos planetas fora do Sistema Solar, procuramos por aqueles que seriam habitáveis por nós. Imagine que esbarremos em um lugar onde haja vida inteligente, mas primitiva em relação a nós. Ficaríamos apenas observando, ou ensinaríamos a eles algumas coisas? Eu acredito que todo o conceito de universo é espalhar conhecimento, porque, sem ele, morremos.

A história da humanidade é repleta de exemplos de povos conquistando uns aos outros, da Grécia Antiga a Adolf Hitler. Baseado em nosso passado, você não acha tentaríamos conquistar uma sociedade primitiva, ao invés de ajudá-la a se desenvolver? Se este encontro acontecesse agora, sim. Mas acredito que, quando desenvolvermos as tecnologias necessárias para viagens intergalácticas – o que não vai acontecer daqui a cinquenta nem cem anos –, teremos tido uma evolução moral equivalente.

Quais são as maiores mentiras que ouvimos sobre alienígenas? Que eles não existem!

Continua após a publicidade

A série Alienígenas do Passado sugere que Leonardo da Vinci tenha tido influência alienígena. Como teria sido este contato? Pessoalmente, eu não concordo que Leonardo Da Vinci, Einstein e outros gênios tiveram contato direto com alienígenas. Segunda minha concepção, o conhecimento do universo é atemporal e existe em forma permanente, então é possível que algumas pessoas mais sensíveis consigam sintonizar este conhecimento.

Existe algo no Brasil que você acredita ter sido construído com auxílio de alienígenas? Ou algum brasileiro cujas ideias tenham sido inspiradas por eles? Tenho dois exemplos. O primeiro é um monumento parecido com o Stonehenge, construído a imagem de uma constelação dentro da Floresta Amazônica. Já o segundo chama-se Pedra do Ingá, na Paraíba, uma rocha gigante coberta por escritas desconhecidas, mas com gravuras que lembram alienígenas.

Você conhece o fenômeno do ET de Varginha? Sim, eu ouvi relatos e vi muitas fotos do lugar. Se for verdade, é uma história incrível.

Você acredita que é verdade? Não posso afirmar porque não presenciei os acontecimentos. Ver uma foto é sempre diferente de vivenciar determinada situação.

A vida extraterrestre é tema para diversas produções de Hollywood, como você mencionou. Existe alguma obra ficcional que se aproximaria da realidade? Eu diria o primeiro Stargate, lançado em 1994. O próprio diretor confessou que o filme foi 100% baseado na obra de Erich Von Däniken. Dele, eu discordo apenas da crença de que somos todos escravos em algum momento – não acredito que sejamos em momento algum. O primeiro Independence Day também é baseado na obra de Von Däniken.

Recentemente, um jovem do Acre desapareceu, deixando para trás paredes todas escritas em runas. Você acredita que ele foi abduzido no período em que ficou sumido? Não, é tudo uma farsa. No momento em que essa história explodiu, eu disse: “É mentira. O cenário todo é perfeito, e no momento em que algo é perfeito, ele não existe”.

Continua após a publicidade
Publicidade