Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

‘Toda vez que alguém sai do armário ajuda outro’, diz ator

Luis Miranda fala sobre preconceito e sobre ter assumido publicamente sua homossexualidade

Por Estadão Conteúdo
Atualizado em 13 fev 2018, 15h01 - Publicado em 13 fev 2018, 14h51

Em entrevista ao canal do YouTube Universo da Cris, Luis Miranda falou sobre sua carreira, ser baiano, preconceito e a respeito de ter assumido publicamente sua homossexualidade. “Toda vez que alguém sai do armário automaticamente ajuda o outro a sair de lá também. Alguém que estava maltratado, humilhado ou se ferindo. Porque se julga que a posição sexual de alguém pode interferir no rendimento, crescimento, trabalho e vida social e isso não existe”, disse o ator em vídeo publicado na quinta-feira, 8.

Luis tem no currículo produções da TV Globo como Mister Brau e A Grande Família. Em 2014, ele estreou nas novelas com a personagem transexual Dorothy Benson, em Geração Brasil. “Uma pessoa declaradamente homossexual pode fazer uma cena de beijo heterossexual, uma cena feminina, ele é um artista”, disse.

Questionado sobre homofobia, disse: “Obviamente. Nós vivemos em um país ignorante. Quando eu digo ignorante, digo que a falta de recursos na educação vai empobrecendo intelectualmente o povo brasileiro”. Atuante também no teatro e no cinema, Miranda participou de filmes como ‘Ó Paí, Ó‘ e Meu nome não é Johnny.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.