Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Sony Music compra a gravadora Som Livre, das organizações Globo

A gravadora nacional tem em seu portfólio os artistas mais tocados do país, como Marília Mendonça, Jorge & Mateus e Wesley Safadão

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 1 abr 2021, 18h59 - Publicado em 1 abr 2021, 18h32

A Sony Music anunciou nesta quinta-feira, 1º, que comprou a gravadora Som Livre, que pertencia à Globo Comunicação. O valor da transação não foi divulgado e o negócio ainda está sujeito às condições regulatórias, incluindo a aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Com a união das duas empresas, a Som Livre se tornará um centro criativo independente dentro da Sony Music, que continuará a contratar, desenvolver e promover seu próprio elenco de talentos. O comando da Som Livre continuará com o atual CEO, Marcelo Soares.

Para os artistas da Som Livre, a fusão dará acesso à rede global de recursos da Sony, possibilitando parcerias internacionais. Atualmente, a Som Livre tem em seu portfólio os artistas mais tocados do país, como Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Wesley Safadão, Lexa e Israel & Rodolffo.

Fundada pela Globo em 1969, a Som Livre surgiu com o objetivo de lançar e divulgar as trilhas sonoras dos programas da emissora, transformando-se nos anos seguintes em uma das principais gravadoras do país.

Em comunicado, Afo Verde, CEO da Sony Music Latin, aponta uma estratégia de divulgação dos artistas brasileiros também na América Latina. “Som Livre é a casa de alguns dos talentos mais criativos do Brasil, e tem histórico de uma década de importante desenvolvimento de música local. Ambos acreditamos em estratégias com foco nos artistas e juntos vamos oferecer uma abordagem inovadora para o mercado brasileiro e toda a região latino-americana”. 

Marcelo Soares comentou sobre os 50 anos da Som Livre como uma empresa da Globo. “O suporte da Globo foi fundamental para o crescimento da Som Livre, sobretudo pela última década, quando construímos o negócio ao que ele é hoje. Olhando para o futuro e enxergando todas as oportunidades pela frente, é muito empolgante saber que teremos a Sony Music conosco.”

Continua após a publicidade
Publicidade