Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Saying Grace’ é a pintura americana mais cara já leiloada

Tela de Norman Rockwell (1894-1978) alcançou o valor de 46 milhões de dólares (110 milhões de reais)

Por Da Redação 4 dez 2013, 18h39

A tela Saying Grace, de Norman Rockwell (1894-1978), bateu nesta quarta-feira as expectativas mais otimistas e alcançou o valor de 46 milhões de dólares (110 milhões de reais) em um leilão de arte americana da Sotheby’s. Com o valor, a pintura se tornou a mais cara já leiloada entre as americanas.

Leilão de arte em NY supera a marca de US$ 290 milhões

Estátuas da Mônica Parade vão a leilão por R$ 3.500

Saying Grace, óleo sobre tela pintado em 1951, havia permanecido os últimos 20 anos no Museu de Norman Rockwell em Stockbridge (Massachusetts). A tela mostra uma criança e uma senhora orando à mesa em um restaurante lotado. A imagem, que foi a leição sob a expectativa de fazer entre 15 e 20 milhões de dólares (36 e 47,8 milhões de reais), foi capa da revista The Saturday Evening Post, onde Rockwell era ilustrador, e eleita pelos leitores a melhor de todas que o pintor criou para a publicação.

No que diz respeito aos preços alcançados previamente por Rockwell, a marca é praticamente o triplo do recorde anterior. Rockwell está valorizado: no leilão desta quarta, sete obras do artista conhecido por suas ilustrações para o Saturday Evening Post somaram 59,6 milhões de dólares (142,444 milhões de reais) em vendas.

Entre elas, se destacaram, além de Saying Grace (de 109 por 104 centímetros), The Gossips, que chegou a 8,5 milhões de dólares (20 milhões de dólares), e Walking to Church, vendida por pouco mais de 3,2 milhões de dólares (7,65 milhões de reais).

Norman Rockwell, nascido em Nova York em 1894 e falecido em Stockbridge em 1978, além de atuar como ilustrador e pintor, trabalhou como fotógrafo e se destacou por fugir às tendências vanguardistas para apostar em um estilo cotidiano não isento de mordacidade.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade