Clique e assine a partir de 9,90/mês

Roman Polanski tenta obter liberdade

Por Da Redação - 29 set 2009, 08h47

Roman Polanski, de 76 anos, entrou com um pedido para ser libertado da custódia, informou nesta terça-feira a agência de notícias Associated Press. O cineasta franco-polonês foi detido no último sábado, em Zurique, sob acusações de ter estuprado uma menina de 13 anos em 1977. Em comunicado, a Corte Criminal da Suíça disse que a decisão sairá “nas próximas semanas”.

A ordem de detenção contra Polanski existe desde 1978, quando o diretor de Chinatown fugiu dos Estados Unidos, antes de ser sentenciado. Atualmente vivendo na França, o cineasta foi preso ao desembarcar na cidade suíça para receber um prêmio por sua trajetória profissional. Na segunda, ele indicou que irá lutar contra sua eventual extradição para a Califórnia.

Em junho de 2006, a vítima no caso, Samantha Geimer, declarou que não desejava a prisão de Polanski. “Não acredito que ele seja um perigo para a sociedade, nem que precise ficar trancado para sempre”, disse a autora do processo.

Publicidade