Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Rodrigo Santoro abre as filmagens de ‘Rio Eu Te Amo’

Filme da franquia 'Cities of Love' terá onze diretores, com locações entre a Zona Sul e o Centro. O primeiro a gravar será Carlos Saldanha, no Theatro Municipal

Por Pollyane Lima e Silva 5 ago 2013, 15h53

Ao ser chamado a eleger o que mais ama no Rio de Janeiro, Rodrigo Santoro abre um sorriso largo e pensa na interação com a natureza. “Simplesmente adoro o fato de acordar e poder surfar, depois dar um mergulho na cachoeira e ainda poder sair para uma caminhada.” Já Bruna Linzmeyer adora o que chama de “gostosidade” – uma alegria de viver única dos moradores da cidade, explica. Sentimentos como o dos atores, e muitos outros, serão a base do filme Rio Eu Te Amo, que começa a ser gravado nesta terça-feira no Theatro Municipal. Santoro e Bruna interpretam um casal de bailarinos no primeiro dos dez curtas que formarão o longa – como nas versões New York I Love You (2009) e Paris Je t’aime (2006). “Este é o terceiro e, ouso dizer, o melhor filme da franquia”, anuncia sem modéstia Leonardo Barros, da Conspiração Filmes, que trabalha em parceria com a Bossa Nova Films e a Empyrean Pictures.

Esta primeira live action terá direção de Carlos Saldanha, que interrompeu a produção de Rio 2 – a continuação da saga das araras azuis pela cidade maravilhosa – para gravar com atores de carne e osso. É a terceira vez que ele e Rodrigo Santoro se encontram em um trabalho sobre a capital fluminense (o ator dubla um dos personagens da animação). Por que sempre o Rio de Janeiro? “Claro que existe amor em São Paulo, por exemplo, mas sou carioca, e aqui é mais gostoso”, resumiu Saldanha, na coletiva de imprensa organizada nesta terça para marcar o início dos trabalhos. A escolha pelo Theatro Municipal para a locação, explica ele, tem a ver com sua paixão pela arquitetura do local. “Sempre gostei do Centro da cidade. Tudo começou por aqui. E eu queria começar pelo começo. O teatro é uma joia, um tesouro dourado no meio de um universo cinza.”

O segundo diretor a entrar em cena será o sul-coreano Im Sang-soo, que escolheu a favela do Vidigal como sua locação, com os atores Tonico Pereira e Roberta Rodrigues nos papéis principais. Além destes, outros três segmentos serão filmados até o fim deste mês. Os outros cinco, em outubro. Cada uma das partes corre de forma paralela no longa e serão interligadas de alguma forma. Cada diretor teve a liberdade de escolher onde contará sua história de amor. Os outros confirmados são os brasileiros José Padilha (que escolheu a Pedra Bonita, em São Conrado), Fernando Meirelles (Copacabana) e Andrucha Waddington (Cachoeira do Horto), o australiano Stephan Elliott (Pão de Açúcar), o mexicano Guillermo Arriaga (Santa Tereza) e a libanesa Nadine Labaki (Gamboa). Outros dois cineastas ainda estão em processo de negociação. Vicente Amorim será o responsável pelas transições entre cada um dos curtas, de no máximo sete minutos cada.

Leia também:

Santoro domina 1º trailer de ‘300 – A Ascensão do Império’

Rodrigo Santoro é flagrado com atriz de ‘Rebelde’

Continua após a publicidade

Desafios – “Esses profissionais representam uma grande variedade geográfica. Esse foi um dos critérios de escolha, porque a ideia é fazer um filme com o máximo de alcance internacional”, destaca Barros. “São onze diretores, onze anseios diferentes, o que exige uma logística de produção muito mais complexa do que em um filme normal. Esse foi um dos maiores desafios da produção e o resultado é um documento histórico”, completa Pedro Buarque de Hollanda, da Conspiração. Denise Gomes, da Bossa Nova Films, lembra de outro grande obstáculo: a captação de recursos. “É uma dificuldade muito grande chegar às marcas, porque a maioria das grandes empresas do país tem um marketing institucional e outro publicitário. Precisamos unir essas duas áreas para mostrar que o filme fazia sentido para ambas. Vencemos e conseguimos trazer marcas que estão aprendendo a fazer cinema como no mercado americano.”

Barros acrescenta ainda que o filme faz parte de um projeto maior, de “amor e valorização do Rio”. O perfil no Facebook (/riodejaneiroeuteamo) já soma mais de 1 milhão de curtições, e outras ações estão sendo programadas por toda a cidade, como shows na mureta da Urca, flash mob em uma estação de metrô e distribuição de flores na Lagoa Rodrigo de Freitas. Gilberto Gil será o responsável por compor e cantar a música-tema do filme. A previsão de lançamento é 2014 – não por acaso, quando todos os olhos estarão de novo voltados a uma das sedes mais receptivas da Copa do Mundo, como enfatiza Rodrigo Santoro: “É uma cidade que te abraça instantaneamente. Poucos lugares do mundo são assim. Sempre sinto saudade, e a melhor coisa para mim é entrar em um avião e saber que estou indo para casa – e que essa casa é o Rio de Janeiro. Isso me faz sorrir por dentro”.

Confira o trailer de New York I Love You:

Confira o trailer de Paris Je t’aime:

Continua após a publicidade
Publicidade