Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Religiosos tentam evangelizar no Cordão do Bola Preta, no Rio

À frente dos carros de som, os religiosos orientavam o público sobre a salvação: 'Por favor, busque a Jesus. Escape do inferno'

Por Estadão Conteúdo 10 fev 2018, 11h56

Um grupo de religiosos aproveitou a concentração de pessoas durante o Carnaval do Rio para evangelizar. Eles levaram pelo menos quatro estandartes gigantes, com frases sobre Deus e Jesus para o Cordão do Bola Preta, no Centro do Rio, cujo desfile começou por volta das 10 horas deste sábado e deverá arrastar uma multidão entre 1,5 milhão e 2 milhões de pessoas.

À frente dos carros de som, os religiosos orientavam o público sobre a salvação. De um lado se lia “As ‘igrejas’ são uma fraude. Por favor, busque a Jesus. Escape do inferno”. Do outro lado: “Deus vê a tua dor. O Jesus vivo te fala no Novo Testamento”.

  • Na frente da Assembleia Legislativa do Rio, um dos pontos pelo qual passa o desfile do Bola Preta, enquanto o público vibrava com o bloco, os religiosos alertavam sobre as “falsas igrejas”. “O mundo é cheio de loucura e desespero. Até as ‘igrejas’ são falsas. Venha sozinho a Jesus. Ele veio por nós pecadores” e “Se somente você sabia (sic) o quanto Deus te ama”, dizia o estandarte dos dois lados.

    Atrás dos carros de som, eles orientavam: “Busque a Jesus”, “Você precisa de Jesus, não de uma ‘igreja'”, “Atrás de um cara feliz, escondemos um coração triste. As ‘igrejas’ não tem (sic) resposta. Comece de novo e descubra o Jesus”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade