Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Produtor se arrepende de ter feito ‘Cowboys & Aliens’

Em entrevista, Brian Grazer, vencedor do Oscar por 'Uma Mente Brilhante', disse que estranhou o título do filme, mas que aceitou o trabalho porque 'tinham muitas estrelas envolvidas'

Por Da Redação 8 jul 2015, 09h05

Uma espaçonave alienígena chega ao Arizona, Estados Unidos, em 1873, para dominar a Terra. Porém, caubóis da região conhecida como Velho Oeste, e índios americanos travam lutas com os seres de outro planeta. Essa inusitada combinação é a trama de Cowboys & Aliens (2011), filme que o produtor Brian Grazer se arrepende de ter feito.

LEIA TAMBÉM:

Filme sobre Pelé atrasa e não ficará pronto antes da Copa

Daniel Craig será um Stormtrooper no novo ‘Star Wars’

“Eu concordei em fazer parte de ‘Cowboys & Aliens‘, só que não gosto de caubóis, nem de aliens, mas tinham muitas estrelas envolvidas nele”, afirmou Grazer ao jornal The Atlantic. No elenco do longa dirigido por Jon Favreau (Homem de Ferro) estavam Daniel Craig (007), Olivia Wilde (Rush: No Limite da Emoção) e Harrison Ford (Guerra nas Estrelas), além de Steven Spielberg, creditado como produtor executivo.

Grazer lembrou de uma reunião com a equipe de Cowboys & Aliens para saber se o nome seria esse. “Eu disse ‘Nós não vamos chamá-lo assim, vamos?’, e os outros responderam que sim. Eu realmente não tinha entendido nada”, rememorou ele, que já produziu a série 24 Horas, os filmes O Gângster 2007) e J. Edgar (2011), e ganhou o Oscar de melhor filme por Uma Mente Brilhante (2001), dividido com o diretor Ron Howard.

Cowboys & Aliens teve um desempenho pífio nas bilheterias. Realizado com um custo de 163 milhões de dólares, o longa arrecadou apenas 174 milhões de dólares em salas de cinema em todo o mundo. Grazer também é produtor de Pelé, filme sobre o ex-jogador brasileiro, que seria lançado antes da Copa do Mundo de 2014, mas foi adiado para este ano.

Continua após a publicidade
Publicidade