Clique e assine a partir de 8,90/mês

Partido francês de extrema-direita processará Madonna

Cantora exibiu em seu show um vídeo em que a líder da legenda, Marine Le Pen, aparece com uma suástica no rosto

Por Da Redação - 15 jul 2012, 12h22

A Frente Nacional (FN), principal partido de extrema-direita da França, anunciou neste domingo que entrará com uma ação contra Madonna na próxima semana devido a um clipe exibido em um show da cantora no sábado, em Paris. No vídeo, a líder da legenda, Marine Le Pen, aparece com uma suástica no rosto.

A medida que será tomada pelo partido foi anunciada por Florian Philippot, vice-presidente da FN. ‘Isso não pode ficar assim. Não se pode aceitar tudo pelo espetáculo’, disse ele ao canal ‘BFMTV’, acrescentando que a denúncia será apresentada no Tribunal de Grande Instância de Bobigny, nos arredores de Paris.

‘Não se pode aceitar este comportamento infame. Marine Le Pen defende não só sua honra, mas também a dos membros de seu partido, simpatizantes e os milhões de eleitores da Frente Nacional’, disse Philippot.

Leia também:

Madonna é processada 20 anos depois por samplear trecho de canção

No vídeo, exibido junto com a música ‘Nobody knows me’ e que pode ser visto na internet, a líder da FN aparece poucos segundos antes de um personagem que se parece com Adolf Hitler.

Marine Le Pen advertiu recentemente que, se a cantora repetisse a exibição do vídeo, seria processada. ‘As velhas cantoras precisam que se fale delas, e assim se entende que cheguem a tais extremos’, declarou.

O show de ontem em Paris foi o primeiro dos dois que a cantora fará na França neste ano – o segundo está marcado para o dia 21 de agosto, em Nice.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade