Clique e assine a partir de 8,90/mês

Ninguém supera Axl Rose: o mala dos camarins

Exigências de artistas do Rock in Rio vão do cardápio às flores para decoração do espaço, mas ninguém dá tanto trabalho quanto o cantor do Guns N'Roses

Por Leo Pinheiro, do Rio de Janeiro - 26 set 2011, 17h21

“Ele já quis subir no palco antes da hora dele. Não estava na vez do Guns N’Roses, mas ele queria que parasse tudo para ele tocar. Foi o caos”, conta Ingrid Berger

Ingrid Berger é paciente. Precisa ser. Senão, como lidar com as exigências de astros da música que decidem extrapolar suas manias e superstições exatamente no momento em que, talvez ameaçados por outras celebridades, reúnem-se em um mesmo evento? Sim, lidar com egos agigantados é parte da produção de um festival. E o Rock in Rio, atualmente o maior evento de música do mundo, tem afetações e chiliques à altura de suas dimensões – por dia, são esperadas 100 mil pessoas para os shows. Mas nem essa gente toda dá tanto trabalho quanto um único ilustre e afetado participante do Rock in Rio: Axl Rose.

Ingrid, que coordenou os camarins em duas edições do Rock in Rio no Brasil, quatro em Portugal e duas na Espanha, elege o cantor do Guns N’Roses – ou do que sobrou da banda – como o mais difícil de aturar. “Ele é difícil porque muda de humor a todo instante. Se ele estiver feliz o show rola bem, se estiver infeliz causa problemas. Ele já quis subir no palco antes da hora dele. Não estava na vez do Guns N’Roses, mas ele queria que parasse tudo para ele tocar. Aí foi um caos que todos nós tivemos que contornar, até o Roberto Medina”, conta – sem sinais de saudade do episódio.

Conhecida de Axl de outros festivais, Ingrid coleciona histórias de ataques de estrelismo do cantor. “Há três anos, vinte minutos antes de subir no palco ele disse que não subiria porque queria vestir uma calça que tinha esquecido no avião. Sorte que em Lisboa o aeroporto fica a 20 minutos da Cidade do Rock. Entramos no carro, buscamos a calça correndo, ele entrou, cantou uma música e trocou de figurino. São coisas assim que me deixam irritada”, admite.

https://youtube.com/watch?v=nKhj5uOw1pY

Quando o assunto é camarim, o líder do Guns N’Roses não é menos, digamos, excêntrico. Para esta edição do festival, ele fez uma lista de exigências de nada menos do que quatro páginas. No cardápio de bebidas há uísque, champanhe francês, uma marca de cerveja tcheca e outra australiana e seis pratos quentes e frios diferentes da banda, para poder escolher na hora.

Continua após a publicidade

Mais uma vez será Axl Rose, que se apresenta no próximo domingo, a prova de fogo para os camarins e a produção do Rock in Rio. Até então, o dia mais preocupante era a noite de abertura. O motivo, segundo Ingrid, é a concentração de estrelas: Elton John, Rihanna, Katy Perry, e a não menos exigente Claudia Leitte. O somatório de pedidos de astros que carregam equipes com muitos músicos e dançarinos, dividindo espaço, é um desafio para quem tem que prover a mordomia. Elton e Rihanna, juntos, ocuparam nove camarins. “O primeiro headliner, que é o artista principal da noite, tem direito a quatro camarins mais uma tenda. O segundo headliner ocupará quatro camarins”, explica Ingrid.

“O Elton John não fez pedidos estranhos, mas foi muito específico quanto o tipo de flor que decorará o camarim. A cor da flor, o tamanho, tudo tem que ser seguido à risca. Para comer, pediu apenas uma saladinha e bom vinho tinto francês. Chegou a sugerir algumas marcas que giram em torno de 200 dólares a garrafa”, apenas isso, comenta a produtora, acostumada com as excentricidades das estrelas pop.

Rihanna quis mais. “Ela viaja com uma chef para cuidar da comida dela, mas eu tenho que deixar tudo pronto, separar o franguinho dela, comprar todos os ingredientes específicos. Tenho que fazer uma mesa de maquiagem para ela colocar todos os acessórios que vai trazer, uma cadeira especial para a maquiagem, um espelho especial também”, revela.

A turma do metal também tem suas frescuras. Os integrantes do Motorhead recusaram a cerveja fornecida por patrocinadores do evento e pediram “bebidas fortes”.

Mais uma confusão de Axl Rose:

https://youtube.com/watch?v=IFO9G0wl_d4

Continua após a publicidade
Publicidade