Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Morre o ator Christopher Plummer aos 91 anos

Canadense que despontou com 'A Noviça Rebelde' se tornou o ator mais velho a ganhar o Oscar com 'Toda Forma de Amor'

Por Raquel Carneiro Atualizado em 5 fev 2021, 16h25 - Publicado em 5 fev 2021, 15h45

O renomado ator Christopher Plummer morreu aos 91 anos, divulgou nesta sexta-feira, 5, o site americano Deadline. Segundo o comunicado, a causa da morte não foi revelada. Plummer faleceu em sua casa, em Connecticut, ao lado da esposa, Elaine Taylor, com quem estava casado há 53 anos.

Prolífico ator de Hollywood, Plummer, que nasceu em Toronto, no Canadá, trabalhou por 75 anos. Ficou conhecido ao interpretar o Capitão Von Trapp, o pai da família de A Noviça Rebelde (1965). A primeira indicação ao Oscar, porém, só viria em 2010, com o filme A Última Estação, em que Plummer interpreta o autor russo Liev Tolstói.

A estatueta viria em 2010, quando ele, aos 82 anos, se tornou o ator mais velho a ganhar um Oscar, por Toda Forma de Amor, no qual ele dá vida a um homem diagnosticado com câncer e que, na terceira idade, decide assumir que é gay para o filho, vivido por Ewan McGregor. “Você só é dois anos mais velho que eu, meu querido. Onde esteve minha vida toda?”, brincou ele ao pegar a estatueta do Oscar.

Christopher Plummer, vencedor como ator coadjuvante do Oscar 2012
Christopher Plummer, vencedor como ator coadjuvante do Oscar 2012 Reuters/VEJA
Cena do filme 'Toda Forma de Amor', com Christopher Plummer e Ewan Mcgregor
Cena do filme ‘Toda Forma de Amor’, com Christopher Plummer e Ewan McGregor //Divulgação

Sua última indicação foi em 2017, com Todo Dinheiro do Mundo, fazendo dele também, aos 88 anos, o ator mais velho a disputar o prêmio na categoria de atuação.

Plummer começou a carreira no teatro e em rádios em Montreal, atuando em inglês e francês. Em 1954, ele chegou aos palcos da Broadway e se tornou um nome carimbado nos teatros de Nova York e, depois, na londrina West End. Com essa carreira, ganhou dois Tony Awards, prestigiado troféu que celebra os melhores do teatro.

Christopher Plummer e Julie Andrews em 'A Noviça Rebelde'
Christopher Plummer e Julie Andrews em ‘A Noviça Rebelde’ //Divulgação

Ao longo da década de 50, fez participações em séries de TV, até atuar em seu primeiro filme para o cinema, Quando o Espetáculo Termina, de Sidney Lumet, em 1958. A fama mundial veio com A Noviça Rebelde, em 1965, em que ele interpreta o capitão pai de sete filhos que contrata a noviça vivida por Julie Andrews como babá.

Cena de 'Entre Facas e Segredos', um dos últimos filmes de Christopher Plummer
Cena do filme ‘Entre Facas e Segredos’: um dos últimos trabalhos de Christopher Plummer //Divulgação

No total, sua filmografia soma mais de cem títulos, de variados gêneros. Como Assassinato Por Decreto (1979, na pele de Sherlock Holmes), Jornada nas Estrelas (1991), Os 12 Macacos (1995), Drácula 2000 (2000), Uma Mente Brilhante (2001), Up: Altas Aventuras (2009 – dando voz ao vilão da animação), Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres (2011), Memórias Secretas (2015) e Entre Facas e Segredos (2019), um de seus últimos trabalhos.

Continua após a publicidade
Publicidade