Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Seis restaurantes árabes para conhecer na cidade

Endereços integram a edição de VEJA COMER & BEBER CURITIBA 2018/2019

Por Josi Basso, Larissa Angeli, Letícia Cardoso, Mara Andrich, Rosane Freire e Rosângela Machado 4 set 2018, 17h20

Armazém Califórnia

Às sextas, o prato fixo é o mjadra. O arroz com lentilha e cebola caramelada na manteiga e crocante é guarnecido de salada de repolho com tahine (R$ 22,50). Nos outros dias, o mjadra acompanha charutinho de folha de uva, kafta e tabule (R$ 24,50). Vendidos por unidade, fazem sucesso a esfiha de coalhada seca com hortelã (R$ 3,50) e o quibe (R$ 6,00). Doce de nozes, amêndoas e damascos, na massa folhada, o basma custa R$ 7,50. Rua Saldanha Marinho, 68, ☎ 3224-5629 (52 lugares). 9h/20h (sáb. até 17h; fecha dom.). Aberto em 2006. $

Baraquias

Batizado de emirados, um combinado está entre as sugestões mais pedidas. Trata-se de uma reunião de homus, babaganuche, coalhada seca, quibe cru e pasta de berinjela, acompanhada de quatro pães assados na hora (R$ 80,90, para três pessoas). Também tem boa saída o cordeiro marroquino — a paleta é marinada por dois dias e servida em cubos com o próprio molho, damasco, figo turco e tâmara. Vem guarnecida com cuscuz marroquino com cebolas crocantes e custa R$ 60,90. ParkShopping Barigüi, ☎ 3317-6300 (70 lugares). 12h/23h (qua. a sáb. até 0h; dom. e feriados até 22h). Rua Manoel Eufrásio, 637, Juvevê, ☎ 3387-9050 (90 lugares). 12h/23h (ter. a dom.) Mais dois endereços. Aberto em 2010. $$

Cantinho Árabe

Pagam-se R$ 5,50 por uma abobrinha recheada de arroz, carne moída e temperos. A esfiha de zátar sai a R$ 2,70. Antes de ir embora, vale pedir outra especialidade, o folhado de nozes balewa (R$ 8,00). Representante das bebidas típicas, o arak custa R$ 17,00. Rua Schiller, 1967, Hugo Lange, ☎ 3264-1318 e 3042-4318 (108 lugares). 11h/22h (dom. só almoço até 16h). Aberto em 1996. Aqui tem iFood. $

Continua após a publicidade

Nayme Culinária Árabe

À la carte, até cinco pessoas podem dividir a paleta ou o pernil (R$ 225,00) de cordeiro. Marinada em especiarias árabes e cozida em baixa temperatura, a carne tem companhia de arroz de aletria, batatas rústicas, cebolas carameladas, alho confitado, salada fatuche e geleia de hortelã. A cerveja libanesa 961 custa R$ 12,00. Para a sobremesa, tem baklava, uma massa folhada com nozes, amêndoas e castanhas regada com calda de água de rosas e flor de laranjeira (R$ 22,00). Tem prato executivo de segunda a sexta. Avenida Vicente Machado, 1482, Batel, ☎ 3308-1882 (100 lugares). 12h/23h30 (dom. até 16h; fecha seg.). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $$

Oriente Árabe

Na happy hour (17h/20h), são servidas onze pequenas porções de pratos típicos para compartilhar por R$ 69,90. Se a fome for maior, o rodízio apresenta vinte especialidades, do quibe cru ao faláfel, passando por charutinhos e kafta assada (R$ 77,00 por pessoa). A xícara de chá árabe (melaço de romã, chá verde e sumake) custa R$ 9,80. Aos sábados, às 21h, tem apresentação de dança do ventre. Rua Kellers, 95, São Francisco, ☎ 3224-2061 (130 lugares). 11h/23h (dom. só almoço até 15h30; fecha seg). Aberto em 1969. $$

Velho Oriente

Todos os dias oferece rodízio de quinze pratos típicos, a exemplo de kafta, quibe cru, homus e arroz com lentilha (R$ 59,90, durante a semana; R$ 63,90, aos sábados e domingos). À la carte, o sanduíche mediterrâneo é feito com pão-folha, cenoura, abobrinha e berinjela ao azeite e zátar (R$ 23,80). O preço inclui uma porção de batata frita. O sorvete de halewa (gergelim com calda de chocolate e amendoim) custa R$ 9,50. Prove a limonada libanesa com cardamomo e água de flor de laranjeira (R$ 7,50). Avenida Água Verde, 1551, Água Verde, ☎ 3343-2007 (100 lugares). 11h30/15h30 e 18h30/0h (ter. a sex. só jantar; fecha seg.). Aberto em 2001. Aqui tem iFood. $

+ Confira os endereços gastronômicos premiados de Curitiba
Continua após a publicidade
Publicidade