Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

McCartney volta a SP com velhos e novos hits na bagagem

Quatro anos após sua última passagem pela capital paulista, o ex-Beatle se apresenta nesta terça e quarta-feira no Alianz Parque com ingressos esgotados

Por Rafael Costa 25 nov 2014, 08h52

Há 44 anos, chegava ao fim uma das bandas mais expressivas da história da música. Ao mesmo tempo, nascia dali um cantor solo que teria uma carreira tão bem sucedida e muito mais longeva que a de seu grupo. Ao longo das últimas quatro décadas, o ex-integrante dos Beatles Sir James Paul McCartney, conhecido apenas como Paul McCartney, gravou dezesseis álbuns de estúdio, emplacou vinte e quatro singles na primeira posição das paradas ao redor do mundo e colecionou mais de sessenta discos de ouro. Com esse currículo, o cantor retorna a São Paulo, quatro anos após sua última passagem pela capital paulista, para dois shows da turnê Out There, que acontecem nesta terça e quarta-feira no recém-inaugurado Alianz Parque.

A apresentação desta noite será a décima nona do músico em território brasileiro. Em sua primeira visita ao país, em 1990, ele entrou para o livro dos recordes Guinness World Records com a maior audiência de um concerto em estádio, quando mais de 184 000 pessoas lotaram o Maracanã, no Rio de Janeiro. De lá para cá ele já passou por cidades como Porto Alegre, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Curitiba e, em 2014, pela primeira vez, em Brasília e Vitória, no Espírito Santo.

Leia também:

Beatles: a banda que reinventou o pop nos anos 60​ ​

Após 40 anos, música inédita de McCartney é revelada

Apesar dos 72 anos de idade, Macca traz um repertório extenso de aproximadamente quarenta músicas, tanto de sua carreira solo – incluindo a fase em que formou a banda The Wings, entre 1971 e 1981 -, quanto alguns dos grandes sucessos compostos com os Beatles na década de 1960. Entre as canções do quarteto britânico que sempre marcam presença estão All My Loving, Yesterday, Blackbird, Hey Jude e Let it Be. Já Listen to What the Man Said, Maybe I’m Amazed, Band on the Run e Live and Let Die são alguns dos principais hits da fase pós-Beatles do cantor que irão impulsionar karaokês do público durante cerca de três horas.

Este ano, os paulistanos ainda terão a chance de assistir pela primeira vez Paul McCartney cantar ao vivo as faixas de seu trabalho mais recente, New, lançado em outubro de 2013. O disco permaneceu 14 semanas na Billboard 200, lista dos álbuns mais vendidos nos Estados Unidos, e chegou a atingir a terceira posição do ranking. Entre as canções que devem marcar presença no setlist estão Queenie Eye, Save Us e a que dá o título ao álbum.

Os ingressos estão esgotados e, de acordo com a produtora do show, são esperadas 45 000 pessoas para cada dia no Alianz Parque. Serão as duas últimas apresentações de McCartney na perna brasileira da turnê, que passou pelo Espírito Santo, no dia 10 de novembro, Rio de Janeiro, no dia 12, e Distrito Federal, dia 23.

Continua após a publicidade
Publicidade