Clique e assine com até 92% de desconto

Kristen Stewart será princesa Diana nos cinemas

Filme vai narrar os bastidores do final de semana em que Lady Di decidiu se separar de príncipe Charles

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 17 jun 2020, 18h33 - Publicado em 17 jun 2020, 18h22

Kristen Stewart foi eleita para interpretar a princesa Diana no filme Spencer, que será produzido no ano que vem. O roteiro contará os bastidores de um final de semana crítico no início dos anos 1990, em uma de suas últimas férias de Natal em uma residência oficial da família real inglesa, quando Diana decidiu que seu casamento com o príncipe Charles não estava dando certo.

Em entrevista ao site americano Deadline, o diretor do longa, o chileno Pablo Larraín (de filmes como Jackie e Neruda) afirmou que, apesar de ter crescido sem ser acometido pela obsessão dos fãs da família real inglesa, ele se interessa pelo fundo do conto de fadas. “Normalmente, o príncipe vem e encontra a princesa, a convida a se tornar sua esposa e, eventualmente, ela se torna rainha. Esse é o conto de fadas. Quando alguém decide não ser a rainha, e diz: prefiro ir embora e ser eu mesma, é uma grande decisão, um conto de fadas de cabeça para baixo. Eu sempre fiquei muito surpreso com isso e pensei que deve ter sido algo difícil de fazer. Esse é o coração do filme”, revela o diretor, que contará com Steven Knight, de Peaky Blinders, no roteiro.

  • Larraín revela ainda que o filme não mostrará a trágica morte de Diana dentro do túnel de Paris, e que o filme se passará em apenas três dias da vida da princesa do povo. “Diana é um ícone tão poderoso, que milhões e milhões de pessoas ao redor do mundo sentiram empatia por ela em sua vida”.

    Sobre a escolha por Kristen, o diretor rasga elogios (exagerados) ao afirmar que trata-se de uma das melhores atrizes da atualidade e que ela possui um misto de fragilidade, mistério e força. Se ela fizer melhor do que sua atuação insípida em Crepúsculo, já será um avanço e tanto.

    ASSINE VEJA

    Os desafios dos estados que começam a flexibilizar a quarentena O início da reabertura em grandes cidades brasileiras, os embates dentro do Centrão e a corrida pela vacina contra o coronavírus. Leia nesta edição.
    Clique e Assine

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade