Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Kim Kardashian é apontada como pivô do divórcio de Mariah Carey

Cantora e Nick Cannon, casados há seis anos, estariam separados desde maio

Por Da Redação
21 ago 2014, 21h44
Mariah Carey e Nick Cannon
Mariah Carey e Nick Cannon (VEJA)

O casamento de seis anos dos cantores Mariah Carey e Nick Cannon chegou ao fim. E Kim Kardashian é apontada como um dos motivos que levou o casal à separação.

Fontes ouvidas pelo site TMZ contam que uma entrevista dada pelo cantor à emissora de rádio Big Boy, em março, nos Estados Unidos, foi a fagulha que deu início ao divórcio. Na ocasião, Cannon foi desafiado a dizer o nome de cinco celebridades famosas com quem já tivera relações. Entre os nomes estava o de Kim, revelação que deixou Mariah fora de si e esfriou de vez a relação.

Leia também:

Mariah Carey gasta R$ 59 mil em hotel de luxo para cães

Continua após a publicidade

Mariah Carey usa vestido longo brilhante no metrô

Antes do fator Kardashian, o casal já não vivia seus melhores dias. Segundo o site, a convivência entre eles era difícil devido a personalidade forte de Mariah, que não gosta de ser contrariada. Os dois estariam separado desde maio, quando Cannon saiu de casa. Desde então, a história foi mantida em segredo, enquanto os advogados negociavam acordos de custódia dos filhos do casal e dos bens em comum.

Mariah e Nick são pais dos gêmeos Moroccan Scott e Monroe, de três anos de idade. Nenhum dos dois se pronunciou oficialmente sobre a separação.

Leia também:

Jennifer Lopez, Mariah Carey e o declínio das divas

‘Vision of Love’ (1990)

Continua após a publicidade

Primeiro hit de Mariah Carey, Vision of Love é faixa do disco de estreia da cantora, Mariah Carey (1990). O casarão abandonado que aparece no videoclipe é mero cenário: na canção, Mariah faz a diva realizada, que após passar várias noites amargando a solidão finalmente conseguiu encontrar um amor e ser correspondida. Vision of Love ficou quatro semanas no topo da lista Billboard Hot 100, que reúne as músicas mais populares executadas nos Estados Unidos. 

‘Hero’ (1993)

Hero foi o segundo single do disco Music Box, lançado em 1993 por Mariah Carey. A balada, munida de um forte tom de autoajuda, incentiva as pessoas a enxergarem heróis em si mesmas (“Quando você sentir que a esperança se foi / olhe para você mesmo e seja forte / e você finalmente verá a verdade, que um herói mora em você.”). A canção liderou a Billboard Hot 100 por três semanas consecutivas.

Continua após a publicidade

‘Fantasy’ (1995)

O primeiro single do disco Daydream, de 1995, Fantasy é uma canção leve a animada sobre uma mulher apaixonada que fantasia sobre o amado. A música ganhou o mundo e liderou listas de mais populares em lugares como Reino Unido, Austrália e França. Nos Estados Unidos, ficou em primeiro lugar por oito semanas consecutivas. 

Continua após a publicidade

‘Heartbreaker’ (1999)

Com a participação especial de Jay Z, que escreveu a canção ao lado de Mariah, Heartbreaker é faixa do disco Rainbow e marca a mudança da cantora de diva do soul para pop star que dança de barriga da fora. A canção que chegou ao topo do Billboard Hot 100 fez sucesso em todo o mundo, especialmente por causa do clipe engraçado, em que Mariah vive a garota traída e também a vilã morena, que sai com seu namorado. Na melhor cena, Mariah loira e Mariah morena saem no tapa no banheiro do cinema. 

‘We Belong Together’ (2005)

Continua após a publicidade

Em baixa entre 2001 e 2005, Mariah Carey ressurgiu como uma fênix para a indústria fonográfica com o hit We Belong Together, do disco The Emancipation of Mimi (2005). Os fãs respiraram aliviados com a balada simples, traumatizados após fracassos como Glitter, trilha sonora de Mariah para seu próprio filme, Glitter – O Brilho de uma Estrela (2001). A música ficou no topo da Billboard Hot 100 por catorze semanas consecutivas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.