Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

‘Império’: encontro de personagens vira ‘festa no apê’ de Maria Isis

Ninfeta foi a anfitriã de uma verdadeira confusão em sua casa, com direito à vilã Cora escondida embaixo da cama e ao Comendador indo dormir no sofá

Por Meire Kusumoto 11 set 2014, 10h35

Festim estrambólico teve promessa de vingança de Maria Marta, a mulher traída do Comendador José Alfredo

Maria Isis (Marina Ruy Barbosa) bem podia ter colocado para tocar o hit de Latino, Festa no Apê, durante o capítulo desta quarta-feira de Império. Seu apartamento foi tomado por uma bela confusão, com direito à vilã Cora (Drica Moraes) escondida embaixo da cama, à mulher traída, Maria Marta (Lília Cabral), chorando nas escadas do prédio, e ao Comendador José Alfredo (Alexandre Nero) indo dormir no sofá.

Leia também:

‘Império’: José Alfredo volta à casa de Cora após 30 anos

Letícia Birkheuer desbanca Sophie Charlotte como referência fashion da Globo

Continua após a publicidade

‘Império’: João Lucas beija Maria Ísis e dá início a triângulo com pai

Decidida a conhecer, finalmente, a amante de seu marido, Maria Marta (Lília Cabral) apareceu de surpresa na casa da lolita Maria Isis e a obrigou a recebê-la. Cora, que foi até o edifício da menina para colher fios de cabelo de José Alfredo para providenciar um teste de DNA dele e de Cristina (Leandra Leal), que pode ser filha do protagonista, aproveitou enquanto as duas discutiam no elevador e entrou na casa de Isis. Ela logo teve que se esconder no quarto quando amante e mulher traída conversavam na sala.

Maria Marta, em uma mistura de desespero e incredulidade, chorou ao descobrir que havia sido trocada por uma garota, mas mudou de pose quando o Comendador surgiu no apartamento. Ele até tentou pedir desculpas à mulher, mas foi cortado pelos gritos de “Eu dispenso a sua piedade!” de Maria Marta, que declarou guerra e prometeu destruir Zé Alfredo. Depois de dar seus berros, a “imperatriz” foi em direção à porta, apenas para encontrar os pais aproveitadores de Isis, Magnólia (Zezé Polessa) e Severo (Tato Gabus Mendes), que apareceram para completar o festim estrambólico.

A ninfeta tentou encerrar o romance com o Comendador, mas foi cortada por seus pais. O casal foi discutir no quarto, onde encontrou Cora, que já quase mofava embaixo da cama da lolita. A vilã deu uma desculpa esfarrapada e saiu em disparada, dando de cara com Maria Marta no elevador. De toda essa confusão, Cora foi a única a se beneficiar, já que conseguiu um fio de cabelo de José Alfredo — depois de muito dar com cabelos ruivos sobre a cama e disparar, em nova alfinetada em Walcyr Carrasco, que Marina Ruy Barbosa iria ficar careca — e ainda descolar uma carona da ricaça Marta para Santa Teresa.

Já Maria Isis, a anfitriã da festa, quase se misturou à decoração da casa de tão esquecida: foi humilhada pela mulher oficial do Comendador, deixada de lado pelos dois enquanto discutiam e interrompida constantemente pelos pais.

Continua após a publicidade
Publicidade