Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Filósofa Judith Butler é agredida no Aeroporto de Congonhas

Manifestante chegou a empurrar um carrinho de bagagem contra a escritora, que é pioneira em estudos sobre identidade de gênero

Por Da redação Atualizado em 22 nov 2017, 13h23 - Publicado em 10 nov 2017, 17h38

A filósofa americana Judith Butler foi agredida por manifestantes pouco antes de embarcar para os Estados Unidos, na manhã de hoje. Alvo de xingamentos proferidos aos gritos no Aeroporto de Congonhas, chegou a ser atingida por um carrinho de bagagem lançado por uma manifestante sobre suas pernas.

Boa parte do que se passou foi registrada por um dos próprios responsáveis pelo ato, que postou o vídeo nas redes sociais.

Segundo a polícia, uma mulher levou um tapa ao tentar defender Butler, que caminhava pelo saguão com sua mulher, Wendy Brown.

  • Entre outros assuntos que estuda, Butler é pioneira no conceito de “performatividade” de gênero, segundo o qual perceber-se homem ou mulher não é uma determinação apenas biológica. Grupos que a consideram “criadora da ideologia de gênero” contestaram sua participação em um evento no Sesc Pompeia, entre terça-feira e ontem, que versou sobre outro assunto: “Os Fins da Democracia”.

    O vídeo abaixo, que omite algumas imagens do protesto, foi postado pelo grupo “Ativistas Independentes”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade