Clique e assine a partir de 8,90/mês

Famosos criticam juiz que liberou homem que ejaculou em mulher

Celebridades questionaram o porquê de o ato não ser considerado 'constrangimento' por magistrado

Por Da redação - Atualizado em 1 set 2017, 16h58 - Publicado em 1 set 2017, 15h30

Ivete Sangalo, Eliana, Elizabeth Savala, Giovanna Ewbank e outros famosos protestaram nas redes sociais contra a decisão do juiz José Eugenio do Amaral Souza Neto de liberar o homem preso por ejacular em uma mulher dentro de um ônibus na Avenida Paulista, em São Paulo.

Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, foi preso em flagrante na última terça-feira, mas foi liberado em audiência de custódia na manhã do dia seguinte, e não vai responder a nenhum processo criminal. O ajudante de serviços gerais já tinha cerca de quinze passagens pelo mesmo crimeDe acordo com o juiz, o episódio não causou “constrangimento, tampouco violência ou grave ameaça, pois a vítima estava sentada em um banco do ônibus, quando foi surpreendida pela ejaculação do indiciado”.

Revoltadas, diversas celebridades publicaram no Instagram a mensagem: “Nosso país trata como tabu amamentar em público, mas quando ejaculam em uma mulher no ônibus, o juiz considera que ‘não houve constrangimento'”. Outros, como Ivete Sangalo, se dirigiram diretamente ao juiz, alegando que: “além de se tratar de uma situação absurda, temos que nos deparar com tal decisão. Duplamente constrangidos”.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

#Repost @cosmopolitan.br (@get_repost) ・・・ Um homem ejacula sem autorização no pescoço de uma mulher no transporte público, é preso em flagrante, tem CINCO passagens pela polícia por suspeita de estupro e, mesmo assim, é liberado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Se não isso não configura violência sexual, o que configuraria? #éEstuproSIM #JuntasContraOAbuso #PrecisamosFalar

A post shared by Leandra Leal (@leandraleal) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Sr Juiz, devo lhe dizer que o constrangimento existe e continua nos incomodando ,pois além de se tratar de uma situação absurda , temos que nos deparar com tal decisão. Duplamente constrangidos. #respeito

A post shared by Veveta (@ivetesangalo) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

E isso é constrangedor…. Acordem Josés!

A post shared by Rafa Brites (@rafabrites) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Loucura!

A post shared by Elizabeth Savala Casquel (@elizabethsavala) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

E se fosse com sua senhora esposa ou sua filha, Sr Juiz? Esta decisão está constrangendo todas as mulheres e homens conscientes. Hoje meu perfil estará sem foto em nome de todas nós que precisamos ser vistas com mais respeito neste país. Unidas somos mais fortes. #elianaportodaselas

A post shared by Eliana Michaelichen (@eliana) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

QUE ABSURDO!!!!!!!!! Não consigo acreditar em tamanha barbaridade! Onde vamos parar??? #triste #absurdo #ondevamosparar

A post shared by Giovanna Ewbank (@gioewbank) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Se fosse com a senhora sua mãe ou sua filha??? Tenho certeza que esse parágrafo não seria o mesmo. Justiça vergonhosa.

A post shared by José Loreto (@joseloreto) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

e o maluco foi solto. Se um estranho chegar, do nada, e ejacular na minha mãe, ou na sua mãe, na minha tia, irmão ou na sua avó não for CRIME nós estamos todos "fudidos". Se já estamos "fudidos" de todo jeito… ejacular nos outros é o que? Consequência? ESTÃO GOZANDO COM A NOSSA CARA? Não. Estão gozando NA NOSSA CARA mesmo irmãos. Só DEUS pelo 🇧🇷. Salve – se quem puder. #ÉEstuproSIM #JuntosContraoAbuso

A post shared by S A U D A D E 🧑🏽‍🚀 (@lucaslucco) on

Continua após a publicidade
Publicidade