Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Erick Jacquin agradece polícia após prisão de babá por furto

Profissional utilizava o nome de uma irmã para acobertar antecedentes criminais e foi flagrada com pertences da casa do jurado do Masterchef

Por Da Redação 5 nov 2019, 01h14

O chef Erick Jacquin, jurado do MasterChef Brasil e apresentador do Pesadelo na Cozinha, da Band, agradeceu à Polícia Civil do Estado de São Paulo após a prisão de uma mulher que trabalhava como babá de seus filhos em sua casa, realizada no último domingo 3.

“Obrigado pelo trabalho eficiente da polícia no caso da suposta babá que cuidava dos nossos bebês”, escreveu Jacquin em seu Instagram nesta segunda-feira 4.

View this post on Instagram

Gratidão pela ação rápida da polícia, Dr. Roberto Monteiro @delegadorobertomonteiro (titular da 1ª Delegacia Seccional Centro da Capital), Dr. Albano Fernandes (diretor da capital/DECAP), Dr. Ruy Ferraz Fontes (delegado geral) e Dr. Luis Guilherme Brandão Pinheiro (delegado do 78° DP) e todos da equipe. Coletiva de imprensa hoje à tarde.

A post shared by Erick Jacquin Com Tômpero (@erickjacquin) on

De acordo com informações da Polícia Civil, a babá utilizava o nome de uma irmã para acobertar seus antecedentes criminais e em seu celular foram encontradas fotos da casa de Erick Jacquin e sua esposa, Rosângela, além de pertences do casal, como um relógio e uma bolsa de luxo.

A mulher confessou que vendeu o relógio furtado na última sexta-feira, 1º, para um receptador de 65 anos que foi preso no centro de São Paulo. No imóvel do homem, foram localizados mais de 40 relógios de luxo, entre eles, o de Jacquin.

Continua após a publicidade

A prisão foi feita por policiais civis do 78º Distrito Policial, localizado no Jardins, por furto e por uso de documento falso.

A polícia chegou à babá após o delegado responsável ter recebido informações privilegiadas a respeito de uma funcionária que vinha cometendo furtos nas regiões do Jardins e Higienópolis.

Não é a primeira vez que Erick Jacquin é vítima de um crime no Brasil. O cozinheiro também já falou publicamente sobre o fato de ter sofrido um sequestro.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês