Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Em processo, ex-vocalista quer US$ 7 milhões do Stone Temple Pilots

Scott Weiland alega ter sido vítima de conspiração ao ser expulso da banda, há dois meses

Por Da Redação 4 jun 2013, 10h48

Pouco mais de dois meses após ter sido expulso do Stone Temple Pilots, o cantor Scott Weiland entrou com uma ação na Justiça contra os ex-companheiros de banda. Ele alega ter sido vítima de uma conspiração e pede 7 milhões de dólares de indenização, segundo informações do site americano TMZ.

LEIA TAMBÉM:

Stone Temple Pilots demite próprio vocalista, Scott Weiland

Não é a primeira batalha de Weiland com a banda na Justiça. O grupo grunge já havia entrado com um processo contra o cantor no último dia 24 de maio, em que o acusa de sabotar a turnê de 20 anos da banda por chegar atrasado em compromissos importantes, como shows promocionais, e usar impropriamente o nome do conjunto para promover sua carreira-solo. Agora Scott rebateu a ação e acusou os três integrantes da banda de terem planejado secretamente sua saída no início do ano.

Nas apresentações mais recentes, o Stone Temple Pilots recrutou Chester Bennington, do Linkin Park, para os vocais, com quem já lançou a música Out Of Time.

Continua após a publicidade
Publicidade