Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Doc mostrará a ascensão e os escândalos da igreja queridinha dos famosos

Produção que será lançada em março contará como a Hillsong se tornou um fenômeno cultural e mostrará polêmicas envolvendo até a ocultação de crimes sexuais

Por Marcelo Canquerino
Atualizado em 15 mar 2022, 17h34 - Publicado em 15 mar 2022, 17h30

A Igreja Hillsong é mundialmente conhecida por ter grandes nomes em seu rebanho. Celebridades como Chris Pratt, Lana Del Rey, Kylie e Kendall Jenner, além de Justin e Hailey Bieber são só alguns exemplos de frequentadores. Mas não foi exatamente esse fato que motivou Dan Johnstone a fazer uma série documental sobre ela. Hillsong: A Exposição de Uma Mega Igreja abordará, além do nascimento da instituição e sua ascensão como fenômeno cultural, todos os escândalos que a atormentam até hoje.

Em sua primeira entrevista sobre o projeto para a revista americana Variety, Johnstone, que atuou como produtor executivo do documentário, contou que o projeto é destinado tanto para o público geral quanto para aqueles obcecados pela Hillsong. Divida em três episódios, a série responderá a questões como: de que maneira a igreja se tornou um local de culto internacional e também um grande negócio. “Eu era uma criança dos anos 1980 e 1990. Era, tipo, um grande sneakerhead (adepto da cultura urbana). Gostava de música e de moda, e cresci em um lar religioso. Então eu meio que segui a Hillsong e vi todas as barreiras que ela atravessou”, contou.

Dentre as figuras que serão exploradas no documentário estão a do pastor Brian Houston, que fundou a igreja em 1983, e é investigado por ocultar crimes sexuais ocorridos entre 1969 e 1970 supostamente cometidos por seu pai, Frank Houston, já falecido. A Hillsong nasceu como uma ramificação da igreja pentecostal de Frank, que ficava em Sidney, na Austrália. Além da família Houston, a ascensão e queda de Carl Lentz também será abordada. Em novembro de 2020, Lentz, pastor e ex-conselheiro espiritual de Justin Bieber, foi afastado da filial de Nova York acusado de “fracassos morais” após trair a esposa.

De acordo com Johnstone, para conseguir se aprofundar na famosa igreja e entender seu grande apelo, a série olhou atentamente para a capacidade de Hillsong em alavancar a música cristã a um nível hipster e como isso conseguiu atrair as celebridades. Os episódios contam com entrevistas com especialistas como a a jornalista Elle Hardy, que escreveu exaustivamente sobre a igreja, além de repórteres do New York Post como Oli Coleman e Hannah Frishberg, além de muitos ex-voluntários da instituição.

Continua após a publicidade

A série documental chega ao Discovery Plus em 24 de março.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.