Clique e assine com até 92% de desconto

Coprodução brasileira ganha prêmio em Cannes

Estrelado por Willem Dafoe e Robert Pattinson, The Lightouse é um filme de terror psicológico dirigido pelo mesmo cineasta do amedrontador A Bruxa

Por Da Redação Atualizado em 25 Maio 2019, 13h42 - Publicado em 25 Maio 2019, 13h29
  • O Brasil ganhou, ainda que de maneira indireta, seu segundo prêmio no festival de Cannes. The Lighthouse, do americano Robert Eggers (o mesmo de A Bruxa), foi eleito pela crítica como o melhor filme da Quinzena dos Realizadores. O filme foi custeado em parte pela RT Features, de São Paulo. A outra vitória brasileira se deu com A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, do cineasta cearense Karim Ainouz, que ganhou na categoria de melhor filme pelo júri da seção Um Certo Olhar.

    Estrelado pelos atores Willem Dafoe (de Meu Pequeno Buda e Platoon) e Robert Pattinson (da série cinematográfica Crepúsculo), The Lighthouse (o farol, em português) conta a história de dois sujeitos que tomam conta de um farol na Nova Inglaterra, no século 19. A solidão e a relação doentia da dupla acaba por levá-los à loucura. Filmado em preto e branco, The Lightouse consagra o estilo de Eggers, no qual o terror é muito mais psicológico do que explícito. A crítica ressaltou a performance dos dois atores e a direção de Eggers. A trilha sonora de Mark Korven (também de A Bruxa) foi classificada de “densa como um nevoeiro”.

    Publicidade