Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Confissão de Xuxa sobre abusos na infância aumenta denúncias no Brasil

Segundo a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, as denúncias aumentaram em 30% desde domingo, quando a apresentadora falou sobre o assunto no 'Fantástico'

Por Da Redação 24 Maio 2012, 15h45

A entrevista da apresentadora Maria das Graças Xuxa Meneguel, exibida no último domingo no Fantástico, em que ela conta ter sofrido abusos sexuais na infância, contribuiu para aumentar em 30% as denúncias de pedofilia no Brasil, informaram nesta quinta-feira fontes oficiais.

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência indicou que, desde domingo passado, as denúncias de casos semelhantes chegaram a quase 286.000, o que representa um aumento de 30% em relação à semana anterior.

Xuxa, de 49 anos, disse na entrevista que, durante a infância e a adolescência, foi assediada por pelo menos três pessoas, que não identificou. Ela disse também nunca ter falado sobre o assunto com seus pais.

As declarações da apresentadora tiveram um impacto enorme na imprensa e nas redes sociais, por meio das quais Xuxa recebeu milhares de manifestações de solidariedade.

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência agradeceu Xuxa pela sua contribuição a favor da infância e contou que o telefone habilitado para esse tipo de denúncias nunca tinha recebido tantas chamadas como nesta semana.

Xuxa, que há anos mantém diversas instituições voltadas para a assistência a crianças carentes, agradeceu o apoio, mas destacou que não deseja mais falar sobre seu passado.

Apesar disso, uma comissão do Congresso que investiga casos de exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes a convidou a testemunhar e expor sua experiência durante uma audiência pública prevista para ser realizada em junho.

(Com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade