Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cinemark planeja reabrir salas em julho nos Estados Unidos

Novos protocolos sanitários serão aplicados, como assentos escalonados e indicação para o uso de máscaras

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 17 jun 2020, 12h53 - Publicado em 17 jun 2020, 12h47

Com mais de 2 milhões de casos confirmados e 118.000 mortos, os Estados Unidos começam a dar passos ambiciosos rumo à reabertura econômica pós-pandemia. A rede de cinemas Cinemark, a terceira maior em circuito de filmes, informou que planeja reabrir a maioria de suas salas no país até 17 de julho com uma série de novos protocolos sanitários.

Inicialmente, serão reabertas as principais salas comerciais, em Nova York e Los Angeles (os dois mercados de cinema mais movimentados do país), no dia 10 de julho, antes da chegada de superproduções como Mulan, marcada para estrear em 24 de julho, e Tenet, novo longa de Christopher Nolan, previsto para 31 de julho.

  • A rede de cinemas disse que “incentivará fortemente” seus clientes a usarem máscaras e a seguir os novos protocolos sanitários. Os assentos serão escalonados, os espaços receberão maior filtragem no ar, os horários de exibição serão reduzidos para permitir maior tempo de limpeza entre as sessões, e todos os espaços públicos, com atenção especial para estandes, maçanetas, postos de bebidas e bilheterias, serão higienizados a cada 30 minutos.

    ASSINE VEJA

    Os desafios dos estados que começam a flexibilizar a quarentena O início da reabertura em grandes cidades brasileiras, os embates dentro do Centrão e a corrida pela vacina contra o coronavírus. Leia nesta edição.
    Clique e Assine
    Publicidade