Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Carlos Alberto de Nóbrega: ‘Silvio Santos é infeliz’

Em entrevista ao poeta Fabrício Carpinejar, humorista da 'Praça É Nossa' também lamenta saída de Didi da grade da Globo. 'A TV te espreme e joga fora'

Por Da Redação 19 dez 2012, 18h20

Passou longe do reality show Mulheres Ricas, que contará com a sua ex-mulher, Andréa, a conversa entre o humorista Carlos Alberto de Nóbrega, de A Praça É Nossa, e o poeta Fabrício Carpinejar no programa A Máquina, exibido na noite desta terça-feira na Rede Gazeta. Conduzido pelo engraçadinho Carpinejar, o papo percorreu a relação de Nóbrega com o envelhecimento, com o pai, o já falecido humorista Manoel, com o amigo Golias e com o empresário Silvio Santos. De quem ele disse por duas vezes sentir “pena” e ser “infeliz”.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Nunca fomos uma ‘família de margarina’, diz Tiago Abravanel, neto de Silvio Santos

Dando uma de Patricia Poeta no Fantástico, Carpinejar tentou pressionar Carlos Alberto da Nóbrega a admitir que ainda não havia perdoado Silvio. “Eu sinto que falta uma coisinha minúscula para perdoá-lo, eu não sei o que é”, disse o gaúcho. Foi aí, então, que o humorista disse ter pena de Silvio. “Eu tenho pena dele, porque eu sou mais feliz que ele. Eu, quando viajo, aproveito a viagem. Ele, não, ele tem de viajar escondido. Um camarada que vai para a Miami para poder comer sanduíche na rua é um infeliz. Eu tenho pena dele, ele é uma pessoa muito só. Quanto mais você sobe, mais você fica sozinho.”

O humorista ainda criticou a saída de Renato Aragão da grade da Globo. Segundo ele, a televisão espreme as pessoas como laranja, e depois, quando elas viram “bagaço”, são jogadas fora. “Eu prefiro ver aquelas bobagens que o Renato fazia a ver o Casseta & Planeta, que só o pessoal da Globo achava engraçado. Esse sim fez bem em sair do ar.”

Carlos Alberto de Nóbrega só falou da segunda ex-mulher, a rica Andréa, no final do programa. “Por mais que eu tenha mágoas profundas da Andréa, eu tenho de ser bom com ela, porque os filhos amam a mãe.”

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)