Clique e assine com até 92% de desconto

Carl Reiner, lenda da comédia americana, morre aos 98 anos

O ator e roteirista criou nos anos 1960 'The Dick Van Dyke Show', uma das séries de comédia mais populares dos Estados Unidos

Por Da Redação Atualizado em 30 jun 2020, 19h53 - Publicado em 30 jun 2020, 19h17

O ator, diretor e roteirista Carl Reiner morreu de causas naturais aos 98 anos nesta segunda-feira, 29, em sua casa em Beverly Hills, na Califórnia. A informação foi confirmada pela assistente de longa data, Judy Nagy.

Reiner foi um dos pioneiros da comédia na TV americana com a criação do sitcom The Dick Van Dyke Show.  A série foi exibida nos anos 1960 e se tornou uma das mais populares dos Estados Unidos, vencedora de 15 prêmios Emmy e modelo para outras comédias.

Reiner atuou em diversas áreas do entretenimento. Nos cinemas, ele interpretou o personagem Saul Bloom nos filmes da franquia Onze Homens e Um Segredo. É autor do romance autobiográfico Enter Laughing, que também foi adaptado para os cinemas. Em 1977, ele dirigiu Alguém Lá Em Cima Gosta de Mim, e em 1984 dirigiu Um Espírito Baixou em Mim.

Uma de suas grandes parcerias foi com o ator e comediante Steve Martin em filmes como O Panaca (1979), Cliente Morto Não Paga (1982), O Médico Erótico (1983) e o já citado Um Espírito Baixou em Mim (1984)

O ator foi casado com a atriz e cantora Estelle Lebost por 60 anos até 2008, quando ela morreu. Ele também é pai do ator e diretor Rob Reiner, de filmes como A Princesa Prometida (1987) e Harry e Sally: Feitos um Para o Outro (1989). Suas últimas participações na televisão foram nos programas Young and Hungry (2017) e Angie Tribeca (2018).

 

Continua após a publicidade
Publicidade