Clique e assine a partir de 8,90/mês

Beyoncé é acusada de ‘dar a Elza’ em músicas em ação de US$ 10 bi

Cantora Cheareen Jones alega ser a verdadeira compositora de canções como 'Sweet Dreams', 'Irreplaceable' e 'Listen'

Por Da Redação - 17 set 2015, 10h33

Beyoncé e Jay Z podem ser ricos, mas, para a cantora Cheareen Jones, são multibilionários. Cheareen foi à Justiça pedir 10 bilhões de dólares de Beyoncé, a quem acusa de se apropriar de composições suas sem o devido retorno autoral e financeiro. Entre as canções, estariam Sweet Dreams, Irreplaceable e Listen, das quais Cheareen diz ser a verdadeira compositora. Dado curioso: no processo, noticiado pelo site americano Radar Online, a cantora afirma ter criado as músicas, que fazem Beyoncé rebolar no palco, em uma igreja.

LEIA TAMBÉM:

Beyoncé compra sapato de diamantes por R$ 1 milhão

Beyoncé retoca foto de biquíni – e entorta escada

Beyoncé reaparece com franja à la Papa-Capim

Beyoncé é acusada de plágio por ‘Drunk in Love’

“Beyoncé está cometendo furto, utilizando-se da minha imagem e de músicas que não pertencem a ela”, diz Cheareen Jones na ação. De acordo com a cantora, o valor pedido por ela contempla os ganhos obtidos por Beyoncé com as músicas e uma compensação pelos danos “emocionais, psicológicos e físicos” provocados pelo furto.

O processo foi aberto em Nova York. A primeria audiência está marcada para 18 de novembro.

Continua após a publicidade
Publicidade