Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Autora de ‘Comer, Rezar, Amar’ queria escrever sobre a Amazônia

A escritora Elizabeth Gilbert contou que estava pesquisando sobre a floresta, mas abandonou a ideia depois que seu namorado brasileiro foi deportado

Por Da Redação 27 set 2013, 11h10

A escritora americana Elizabeth Gilbert revelou, em entrevista ao jornal The New York Times, que por pouco sua primeira obra após o estrondoso sucesso Comer, Rezar, Amar, não se passou na Amazônia. De acordo com a autora, depois do best seller que deu origem ao filme estrelado por Julia Roberts, Elizabeth simplesmente não sabia mais o que lançar. Foi então que começou a pesquisar sobre a floresta amazônica. Ela acabou desistindo do tema, porém, quando seu namorado, o brasileiro José Nunes (que inspirou o personagem Felipe em Comer, Rezar, Amar), foi deportado dos Estados Unidos.

A única forma de Nunes voltar aos EUA seria se casando com Elizabeth, algo que ela não via com bons olhos, já que seu primeiro casamento não deu certo. De acordo com a autora, foi aí que ela teve a ideia de fazer um livro sobre seus sentimentos complicados sobre o casamento. O resultado foi Comprometida, lançado em 2010.

Depois de dois livros autobiográficos, porém, ela diz ter sentido a necessidade de retornar à ficção — ela não lançava um livro do gênero desde Stern Men, que saiu em 2000. Foi daí que surgiu o seu novo livro, The Signature of All Things, que será publicado nos Estados Unidos no mês que vem. De acordo com o New York Times, o livro não se parece em nada com Comer, Rezar Amar, e conta a história de Alma Whittaker, a filha de um explorador botânico. O jornal diz ainda que a prosa usada por Elizabeth lembra a de um clássico do século XIX, mas com questões modernas como a intersecção entre ciência e fé, a luta feminina pela realização e a controversa indústria farmacêutica

Publicidade