Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Astro da Disney encontrado morto sofreria de depressão

Segundo fonte próxima ao ator, de uns anos para cá, Lee Thompson Young se sentia sozinho, cercado apenas por pessoas da indústria do entretenimento

Por Da Redação 20 ago 2013, 17h04

O ator Lee Thompson Young, encontrado morto na manhã da última segunda-feira em sua casa, em Los Angeles, estaria sofrendo de depressão há algum tempo, de acordo com informações do site do canal de TV americano Entertainment News.

Segundo uma fonte próxima ao astro revelado pela Disney, ele sempre foi uma pessoa muito “simpática e modesta”, que “adorava viajar” e era sempre o primeiro “a aconselhar pessoas tristes a respirar fundo e aproveitar a beleza da vida”. No entanto, tudo teria mudado de alguns anos para cá, quando os amigos mais próximos de Young deixaram a cidade de Los Angeles. Ele teria se sentido sozinho, cercado apenas por “tipos da indústria” do entretenimento.

Nesse mesmo período, Young começou a praticar o Yorubá, uma religião africana que tem como um de seus lemas a frase “A morte é preferível à infâmia”. A frase poderia sugerir o suicídio como saída para preservar a honra familiar e evitar a vergonha pública. No entanto, em entrevista ao jornal nigeriano National Mirror no início do ano, Araba Elebuibon, sacerdote da religião, afirmou que os Yorubás “não incentivam o suicídio”, e que tal prática seria digna de “punição na vida após a morte”.

O corpo de Lee Thompson Young foi encontrado sem vida pela polícia de Los Angeles, que atendeu a um telefonema de seus colegas em Rizzoli & Isles. O ator faltou às gravações da série da TNT na manhã de segunda. Young fazia o papel do detetive Barry Frost no seriado, que terá suas gravações temporariamente suspensas.

Continua após a publicidade
Publicidade